Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Mulher é presa após deixar cocaína e maconha escondida no banheiro de presídio em Rio Branco

_________________Publicidade_________________

Uma ação conjunta entre as polícias Penal e Militar possibilitou, na manhã dessa terça-feira, 21, a prisão de uma mulher que deixou substâncias entorpecentes, aparentando ser maconha e cocaína, no banheiros das visitantes do Complexo Penitenciário de Rio Branco.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, policiais penais da Guarda do Complexo receberam informações, por meio de denúncia via Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), de que a mulher chegaria ao presídio em uma motocicleta e estaria em posse dos entorpecentes. No entanto, ao receber as informações, os policiais identificaram que a visitante não se encontrava mais no interior do presídio.

Em seguida, uma equipe da Polícia Militar chegou à Guarda do Complexo com as mesmas informações, sendo que os policiais militares já haviam abordado a mulher.

Diante das informações, os policiais penais e militares se dirigiram ao local onde, durante uma varredura, um policial penal conseguiu localizar o material envolto em um saco plástico, dentro da caixa de descarga do banheiro. O material continha três tabletes e dois pacotes de uma substância esverdeada aparentando ser maconha, um pacote de uma substância aparentando ser cocaína, um pacote de tabaco e um outro de papel para confecção de cigarro.

Diante disso, os policiais foram até a frente do Complexo, onde a mulher estava, e diante do nervosismo desta, durante uma entrevista, ela confessou ter deixado o material naquele lugar, porém afirmou não saber quem iria buscar.

Os policiais consultaram as imagens das câmeras de segurança do presídio e constataram que a visitante de fato tinha ido até o banheiro onde o material foi encontrado.

Ela recebeu voz de prisão e foi encaminhada à Delegacia de Flagrantes de Rio Branco para os procedimentos de costume. No âmbito da unidade, um procedimento apuratório administrativo será aberto para investigar os fatos.

Por ASCOM

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas