16 de agosto de 2022   |   20:59  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Motorista de app ferido a tiros em Rio Branco, é foragido da justiça do estado da Bahia, e suspeito de integrar o “Novo Cangaço”

Policiais da DHPP descobriram que se tratava de foragido da Justiça do estado da Bahia.

_________________Publicidade_________________

Redação Juruá Online

Na manhã da última quinta-feira (2), em Rio Branco, um motorista de aplicativo teve a residência invadida por homens armados e foi ferido a tiros.

No momento do ocorrido, a vítima retornava a sua residência, quando foi surpreendido por dois homens numa motocicleta, que atiraram diversas vezes, ferindo-o respectivamente com 2 tiros na perna esquerda, 1 no ombro, 2 nas costas e 1 no braço. Após a ação, os criminosos evadiram-se do local.

A família acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que enviou uma ambulância. Os socorristas prestaram os primeiros socorros e encaminharam a vítima em estado grave ao pronto-socorro de Rio Branco.

Ao averiguar os dados da vítima, policiais da DHPP descobriram que se tratava de Anderson Gomes de França Primeiro, foragido da Justiça da Bahia, com mandado de prisão pela acusação de roubo.

A investigação levantada pela polícia constatou que no dia 13 de julho de 2019, Anderson, juntamente com dois comparsas, foram presos pela Polícia Militar em um município Baiano. Anderson e seus comparsas estavam em posse de dois fuzis, um revolver, capuz, droga, 402 munições de fuzil, além de três veículos roubados.

Segundo a Polícia Civil, os criminosos tinham a intenção de executar assaltos em agências bancárias do interior da Bahia. Anderson Primeiro é suspeito de integrar o bando do “Novo Cangaço.”

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS