Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Motorista de app é sequestrado, agredido e abandonado em ramal na Capital; casal é preso

_________________Publicidade_________________

Uma mulher de 20 anos e um homem de 43 foram presos acusados de sequestro e roubo, na tarde desta quinta-feira (5), próximo de uma igreja Católica no bairro Calafate, em Rio Branco.

Segundo informações de policiais militares do 1° Batalhão, um motorista de aplicativo, de 45 anos, recebeu uma chamada por volta das 14h na Praça do bairro Ilson Ribeiro, e ao chegar no local, três pessoas entraram no veículo, entre eles, dois homens e uma mulher.

Ao se aproximar do Cemitério Morada da Paz, um dos passageiros, de posse de uma arma de fogo, anunciou o assalto. Um deles assumiu a direção do veículo e levou a vítima para uma casa que fica no ramal ao lado do Cemitério Morada da Paz. Na residência, o profissional que estava com o rosto coberto por uma touca, foi agredido e permaneceu ali por duas horas.

Depois, o motorista foi amarrado, retirado do cativeiro e colocado dentro do bagageiro do próprio carro, e foi levado e jogado às margens de um ramal no Panorama, na região do bairro São Francisco. Em seguida, os bandidos fugiram do local levando o veículo.

Motorista foi amarrado e largado em ramal/Foto: Ithamar Souza/ContilNet

O motorista conseguiu se desamarrar e pediu ajuda para populares, que ligaram para o Ciosp e informaram sobre o crime. Na denúncia, foram passadas as características sobre os bandidos e o carro para a PM, que conseguiu encontrar no veículo modelo Onix Joy, de cor branca, na praça do bairro Calafate. A mulher e o homem que participaram da ação criminosa estavam no veículo. A terceira pessoa envolvida no sequestro não foi encontrada.

Veículo foi encontrado com casal/Foto: Ithamar Souza/ContilNet

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao casal, que foi encaminhado para a Delegacia de Flagrantes (Defla), juntamente com veículo para a tomada das medidas cabíveis.

Segundo os presos, o veículo seria levado à Bolívia. O carro foi restituído ao motorista. Após a ação, os pertences da vítima, como celular e dinheiro, não foram encontrados. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Com informações de policiais militares do 1° Batalhão

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas