Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Morte de Lázaro Barbosa: ‘Bem a gente não está, mas traz um pouco de alívio’, diz irmão de vítima de chacina no DF

Criminoso foi baleado em Águas Lindas de Goiás, após 20 dias em fuga. Irmão de mulher assassinada por ele, Ivan Rodrigues de Amorim diz que 'seria melhor esperar Justiça resolver'.

_________________Publicidade_________________

O irmão de uma das vítimas da chacina em Ceilaândia, no Distrito Federal, comentou sobre a morte de Lázaro Barbosa, de 32 anos, apontado pela polícia como autor do crime. O comerciante Ivan Rodrigues de Amorim, de 60 anos, diz que os familiares “não estão bem”, mas que a notícia trouxe “um pouco de alívio”.

Lázaro é o principal suspeito de invadir uma chácara no Incra 9, em Ceilândia, e matar quatro pessoas da mesma família.O crime ocorreu em 9 de junho e, desde então, ele estava em fuga. As vítimas foram o empresário Cláudio Vidal, de 48 anos, e os dois filhos dele, Gustavo Vidal, de 21, e Carlos Eduardo Vidal, de 15, encontrados mortos com marcas de tiros e facadas.

A esposa de Cláudio e mãe dos jovens, Cleonice Marques, de 43 anos, foi sequestrada pelo suspeito e encontrada morta três dias após o crime. Ivan, que é irmão de Cleonice, afirma que os familiares ainda tentam se recuperar das perdas.

Questionado sobre a morte de Lázaro, o comerciante diz que “a situação é complicada” e que “seria melhor esperar a Justiça resolver”.

“Era melhor que fosse pego vivo, para pagar pelo que fez. Acionamos nosso advogado e vamos aguardar o que pode acontecer agora.”

O comerciante também disse que a notícia chegou à família pelas redes sociais e que todos estão abalados.

Via-G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas