Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Morador baleado durante tentativa de sequestro perde rim, mas tem quadro estável no PS de Rio Branco

_________________Publicidade_________________

José Vieira passou por uma cirurgia no abdômen e está internado. PM que passava no local do crime atirou em assaltante na manhã desta sexta-feira (4), no bairro Quinze.

O morador José Augusto Vieira, de 57 anos, baleado durante uma tentativa de sequestro na manhã desta sexta-feira (4) na Rua 6 de Outubro, bairro Quinze, em Rio Branco, perdeu um dos rins devido ao ferimento.

Vieira está internado na clínica cirúrgica do pronto-socorro da capital acreana, onde passou por uma cirurgia no abdômen e segue estável.

O suspeito de cometer um assalto e balear Vieira, durante a tentativa de sequestro e fuga, Wivile Ferreira, de 22 anos, morreu no PS após ser baleado por um PM à paisana que passava no local da ação criminosa.

O rapaz foi atingido com um disparo na região pélvica e morreu na sala de trauma da unidade, antes mesmo de ir para centro cirúrgico.

PM se apresentou à polícia

O Polícia Militar que atingiu Wivile Ferreira durante a ação criminosa se apresentou na Delegacia de Flagrantes (Defla) e foi ouvido pelo delegado Frederico Tostes. Após o depoimento, o militar foi liberado. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Uma escopeta que teria sido usada pelo suspeito foi apreendida. A arma também foi enviada para a delegacia especializada. Segundo o delegado, o PM reagiu aos disparos feitos pelo suspeito.

“As medidas foram tomadas, foi feita perícia e se o delegado da DHPP achar que houve algum tipo de excesso, vai chamar o PM e juntar o laudo pericial para abrir o inquérito. Veio um major e conversou comigo também e, aparentemente, não houve nenhum excesso do policial”, afirmou o delegado.

Wivile Ferreira morreu no PS após ser baleado por PM à paisana durante assalto — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Wivile Ferreira morreu no PS após ser baleado por PM à paisana durante assalto — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Equipe de TV chegou minutos depois

Uma equipe da Rede Amazônica Acre se preparava para entrar ao vivo no jornal com informações sobre a vacinação contra Covid-19 na Unidade de Referência de Atenção Primária (Urap) Eduardo Assmar, quando ouviu os disparos de arma de fogo.

Ao chegar na rua ao lado, encontraram o motorista já ferido e o assaltante sentado no banco de trás do veículo, baleado, e quase sendo linchado pela população.

Por G1 ACRE

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas