16 de agosto de 2022   |   19:38  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Ministério Público da Espanha pede dois anos de prisão para o atacante Neymar

O pai de Neymar, a mãe do atleta e a empresa de sua família, a N&N, também foram acusados no caso, juntamente com o ex-presidente do Santos Odílio Rodrigues, e com Sandro Rosell e Josep Maria Bartomeu, então presidente e vice-presidente do Barcelona.

_________________Publicidade_________________

Um promotor espanhol pediu pena de dois anos de prisão para o atacante brasileiro Neymar em um processo por peculato aberto contra ele e seus agentes por sua transferência para o Barcelona em 2013, conforme mostra um documento judicial divulgado nesta sexta-feira (29).

Neymar, o Barcelona e o Santos serão julgados em 17 de outubro por acusações de fraude e corrupção envolvendo a transferência do atacante brasileiro do Santos para o clube catalão, disse o grupo de investimento DIS, que move a ação, em uma declaração na quarta-feira.

O pai de Neymar, a mãe do atleta e a empresa de sua família, a N&N, também foram acusados no caso, juntamente com o ex-presidente do Santos Odílio Rodrigues, e com Sandro Rosell e Josep Maria Bartomeu, então presidente e vice-presidente do Barcelona.

O caso decorre de uma reclamação do grupo de investimento brasileiro DIS, que possuía parte dos direitos de transferência da Neymar e alega que recebeu menos dinheiro do que tinha direito quando o atacante se transferiu para o Barcelona.

Foram realizadas investigações na Espanha e no Brasil sobre se alguma parte da taxa de transferência havia sido ocultada e o julgamento, a ser realizado na Corte Provincial de Barcelona, deve ser concluído até 31 de outubro.

Neymar negou ter cometido um delito, mas em 2017, o Tribunal Superior da Espanha rejeitou recursos do jogador, de seus pais, da N&N e dos dois clubes, abrindo caminho para que o caso fosse julgado.

Com Informações CNN Brasil

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS