Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Meninos de Belford Roxo: polícia acha ossada em área onde homem teria deixado corpos

_________________Publicidade_________________

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) encontrou uma ossada enquanto fazia buscas em uma área próxima a uma ponte em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, onde teriam sido deixados sacos com corpos de  três meninos desaparecidos no município.

Segundo informações obtidas pelo G1, os ossos achados se assemelham a costelas e estariam dentro de um saco preto.

O material foi levado para perícia e deve demorar pelo menos sete dias para ser analisado. Foram encontrados também fios de cabelo, que serão analisados.

Segundo fontes da Polícia Técnico-Científica, a ossada será levada para o setor de antropologia do Instituto Médico Legal. Não está descartado que seja uma ossada animal, devido ao estado avançado de decomposição.

Policiais encontram ossada durante busca por informações que possam levar ao paradeiro de três crianças em Belford Roxo — Foto: Reprodução/ TV Globo

Policiais encontram ossada durante busca por informações que possam levar ao paradeiro de três crianças em Belford Roxo — Foto: Reprodução/ TV Globo

A informação veio de uma denúncia nesta semana. Após sete meses de investigação, um homem se apresentou à polícia acusando o próprio irmão de ter participado da ocultação dos corpos.

Policiais encontram ossada durante busca por informações que possam levar ao paradeiro de três crianças em Belford Roxo — Foto: Reprodução/ TV Globo

Policiais encontram ossada durante busca por informações que possam levar ao paradeiro de três crianças em Belford Roxo — Foto: Reprodução/ TV Globo

Um saco com corpos teria sido jogado de uma ponte, que fica acima de um rio que corta o município. A ação é feita com a ajuda de bombeiros do quartel de Belford Roxo e Grupamento de Buscas e Salvamento da corporação.

Via-G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas