16 de agosto de 2022   |   19:40  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Menino de Rodrigues Alves atingido por descarga elétrica é transferido para Goiânia

Com a gravidade, o menino teve 40% do corpo queimado e depois da cirurgia no Pronto-socorro de Rio Branco, foi transferido para o Hospital da Criança, onde ficou até o dia 16, quando foi feita a transferência para o Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGOL).

_________________Publicidade_________________

Desde o último dia 2 de julho, a família do pequeno Caio Gabriel Araújo, de 8 anos, tem vivido momentos de angústia, após ele sofrer uma descarga elétrica. No acidente, ele sofreu queimaduras de 3º grau, perdeu a perna esquerda e os dedos do pé direito. Ele foi transferido de Rio Branco, para um hospital em Goiânia, onde está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A família que morava na cidade de Rodrigues Alves, no interior do estado, mas mudou-se para Vista Alegre do Abunã (RO), onde o acidente aconteceu. Gabriel, que também é autista e tem TDAH faz o tratamento no Acre, e foi transferido para a capital acreana logo depois do acidente porque na cidade onde mora atualmente não tem hospital.

A irmã dele, Silverlandia de Araújo, contou que o acidente aconteceu quando um fio de alta tensão caiu e atingiu o garoto que caiu por cima do fio.

“Ele estava brincando no portão de casa, na chácara, quando o fio do poste de energia caiu em cima dele que caiu pra frente, e o fio ficou embaixo dele. Então, foi um tempo levando choque. Entramos em desespero, tentamos ajudar, e a atitude foi pegar na mão dele e levamos choque também. A gente sabe que não pode, mas no desespero tentamos. Meu pai correu, pegou um pau e conseguiu tirar ele, mas já tinha passado bastante tempo se choqueando”, contou.

Com a gravidade, o menino teve 40% do corpo queimado e depois da cirurgia no Pronto-socorro de Rio Branco, foi transferido para o Hospital da Criança, onde ficou até o dia 16, quando foi feita a transferência para o Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGOL).

Agora, a família faz uma mobilização para arrecadar dinheiro para custear os gastos da mãe fora do estado e até mesmo para tentar uma perna mecânica para ele quando sair do hospital, além de outros tratamentos médicos que vai precisar fazer.

“A gente pensou que ele estava morto, porque estava desacordado, a pele soltando, dava de ver os ossos, então, a vizinha veio e levamos ao posto de saúde porque aqui não tem hospital desacordado e já no meio do caminho ele acordou e tinha consciência do que tinha acontecido. Depois ele foi levado para o hospital de Extrema, e precisava de cirurgia e foi levado para Rio Branco”, relatou.

A irmã conta que nos exames, os órgãos vitais dele estão funcionando perfeitamente, e acredita que o aconteceu foi um milagre pelo fato de o menino ainda estar vivo e consciente.

“Ele foi fazendo os exames e estava evoluindo, o problema é que estava sentindo muita dor e morfina não estava resolvendo e ele foi intubado. Foi um milagre o que aconteceu com ele”, concluiu.

Caio Gabriel de 8 anos sofreu descarga elétrica dia 2 de julho — Foto: Arquivo pessoal
Caio Gabriel de 8 anos sofreu descarga elétrica dia 2 de julho — Foto: Arquivo pessoal

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS