Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Menina de 8 anos morre ao ser atingida com dois tiros dentro de casa em Manaus

Suspeitos de assalto atiraram contra a residência durante a madrugada. Padrasto foi baleado nas costas.

Uma menina de 8 anos morreu após ser atingida com dois tiros dentro de casa, na madrugada deste domingo (14), em Manaus.

Segundo o delegado Daniel Venazi, que investiga o caso, três homens em uma motocicleta roubada tentaram assaltar alguns vizinhos que faziam uma reunião em uma rua do bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus. Os moradores reagiram e conseguiram imobilizar um dos suspeitos. Os outros dois fugiram do local.

No entanto, minutos mais tardes, os dois retornaram à rua para resgatar o comparsa. Na confusão, os suspeitos atiraram e acertaram a casa da menina, que foi baleada no abdome e na mão. Lohanny Remijo Nascimento não resistiu e morreu.

O padrasto da criança, Rubens Cardoso, de 25 anos, levou dois tiros nas costas. Os três suspeitos conseguiram fugir.

A mãe de Lohanny, Luana Lima, contou que a família ouviu a confusão vinda da rua, pois os suspeitos tentaram praticar o assalto próximo à casa da vítima, mas acabaram sendo agredidos pelos moradores.

“Ouvimos barulhos e gritos vindo da rua, quando saímos, um deles estava jogado no chão. Eu entrei com meu marido para casa e depois apareceram os outros dois comparsas para socorrer esse que ficou para trás, linchado. Meu marido ouviu os gritos de novo e queria sair de casa, fiquei segurando para ele não sair, foi quando os assaltantes que estavam resgatando esse terceiro, com arma, escutou meu marido gritar, apontou para a porta e atirou”, contou a mãe.

Quando o criminoso atirou, a mãe disse que foi no momento que a criança entrava para o quarto com a irmã bebê no colo.

“Foi nessa hora que atingiu minha filha. Fui querer fechar a porta para eles não entrarem e matarem a gente. Eu corri para ver minha filha lá no quarto, quando eu vi já estava morta”, disse a mãe.

A menina morava com a mãe, padrasto e os irmãos. O pai da criança também esteve na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) na manhã deste domingo (14). Ele disse que soube da morte da filha por meio de uma ligação, pois vive e trabalha em Iranduba (AM), município que fica localizado a 27 km de distância de Manaus.

“Ela era alegre, bem inteligente. Já sabia ler e escrever normalmente, muito inteligente, sabida. Tinha a vida pela frente. Triste para mim acreditar numa coisa dessas que não poderia acontecer. Eu peço justiça”, disse o pai.

O padrasto baleado com dois tiros foi levado para o hospital Platão Araújo e, depois, foi transferido para o Hospital João Lúcio para fazer uma cirurgia.

A moto roubada que os suspeitos deixaram para trás foi levada para o pátio da DEHS. O dono do veículo registrou o roubo da motocicleta na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos.

O caso é investigado pela DEHS para localizar os envolvidos no crime.

Via: Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas