Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Menina de 7 anos ficou traumatizada por ter cabelo cortado à força na escola, sem permissão dos pais

Jurnee passou pela mesma situação duas vezes: uma colega da escola cortou seu cabelo, no ônibus escolar, e dois dias depois, a professora da biblioteca fez o mesmo.

Um caso tem provocado revolta em Michigan, nos Estados Unidos, nos últimos dias. Uma menina de 7 anos teve seus longos cabelos crespos cortados bem próximo da raiz, por uma funcionária da escola que frequenta. Os pais estão revoltados com o acontecimento que, além de traumatizar a criança, foi feito sem o consentimento deles.

Jurnee, aluna da primeira série da escola Ganiard Elementary, já havia passado por uma experiência semelhante dois dias antes, 24 de março, quando uma colega cortou um lado de seu cabelo, dentro do ônibus escolar. Quando chegou em casa, a família ficou surpresa com o que tinha acontecido, mas Jimmy Hoffmeyer, pai da menina, levou-a direto ao salão e deixou que escolhesse um novo visual.

Em reportagem para o The Black Wall Street Times, o pai revela que conhece a sociedade atual e que jamais deixaria sua filha ir para a escola com apenas um lado do cabelo cortado. Mesmo chateada, a menina ficou animada quando escolheu um novo corte de cabelo. O pai entrou em contato com a escola e pediu que eles tomassem uma providência, não deixando que a menina se sentasse mais ao lado de Jurnee.

Leia a matéria completa em O SEGREDO, clique AQUI!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas