7 de agosto de 2022   |   13:26  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Menina de 4 anos que morreu em ataque russo aparece em vídeo gravado horas antes do bombardeio

A mãe da garota gravou ela brincando com um carrinho de bebê, o mesmo que estava ao lado de seu corpo nos escombros.

_________________Publicidade_________________

Liza Dmitrieva, uma menina de 4 anos com Síndrome de Down, foi uma das vítimas de um ataque russo na cidade de Vinnytsia, na Ucrânia, na quinta-feira (14).

O corpo da garota foi encontrado nos escombros ao lado de um carrinho de bebê. Imagens dela empurrando o mesmo carrinho, postadas por sua mãe em um blog menos de duas horas antes do ataque, rapidamente se tornaram virais. 

Carrinho de bebê de Liza Dmitrieva foi encontrado entre os escombros em Vinnytsia, na Ucrânia — Foto: Serviço de Emergência da Ucrânia

Carrinho de bebê de Liza Dmitrieva foi encontrado entre os escombros em Vinnytsia, na Ucrânia — Foto: Serviço de Emergência da Ucrânia

Liza Dmitriev, de 4 anos, morreu em ataque russo na cidade de Vinnytsia, na Ucrânia — Foto: LogoClub Children's Center/Divulgação

Liza Dmitriev, de 4 anos, morreu em ataque russo na cidade de Vinnytsia, na Ucrânia — Foto: LogoClub Children’s Center/Divulgação

Sua mãe, Iryna Dmitrieva, está gravemente ferida e internada em um hospital. Ela ainda não sabe que perdeu a filha no ataque.

“Ela sofreu queimaduras, lesões no peito, lesões abdominais, lesões no fígado e no baço. Nós costuramos os órgãos, os ossos foram esmagados como se ela tivesse passado por um moedor de carne”, disse Oleksandr Fomin, médico-chefe do Hospital de Emergência de Vinnytsia. Se contassem sobre a morte de sua filha, “nós a perderíamos”, disse o médico.

A esposa do presidente Volodymyr Zelensky, Olena, disse no Twitter que ela reconheceu a menina, que já esteve entre um grupo de crianças deficientes que pintaram enfeites de Natal com a primeira-dama em um vídeo de feriado.

“Olhe para ela, viva, por favor”, escreveu Olena Zelenska.

Liza Dmitriev, de 4 anos, morreu em ataque russo na cidade de Vinnytsia, na Ucrânia — Foto: LogoClub Children's Center/Divulgação

Liza Dmitriev, de 4 anos, morreu em ataque russo na cidade de Vinnytsia, na Ucrânia — Foto: LogoClub Children’s Center/Divulgação

Liza Dmitriev, de 4 anos, morreu em ataque russo na cidade de Vinnytsia, na Ucrânia — Foto: LogoClub Children's Center/Divulgação

Liza Dmitriev, de 4 anos, morreu em ataque russo na cidade de Vinnytsia, na Ucrânia — Foto: LogoClub Children’s Center/Divulgação

Ataque em Vinnytsia

A Ucrânia disse que o ataque a um prédio de escritórios em Vinnytsia, uma cidade de 370.000 pessoas a cerca de 200 km de Kiev, havia sido realizado com mísseis de cruzeiro Kalibr lançados de um submarino russo no Mar Negro.

Os mísseis destruíram um centro médico e algumas pessoas que chegavam para tratamento foram queimadas vivas em seus carros do lado de fora, disse o proprietário do centro. Dois médicos ficaram gravemente feridos.

O ataque foi o mais recente de uma série de ataques russos nas últimas semanas usando mísseis de longo alcance em cidades distantes da linha de frente de batalha.

O prédio abrigava um clube de oficiais, que o Ministério da Defesa da Rússia disse que estava sendo usado para uma reunião entre oficiais militares e fornecedores de armas estrangeiros. E acrescentou: “O ataque resultou na eliminação dos participantes.”

A Ucrânia disse que o clube funcionava como um centro cultural. O prédio também abrigava lojas, escritórios comerciais e uma sala de concertos, onde os músicos ensaiavam para um show pop planejado para aquela noite.

Uma câmera de segurança capturou destroços voando no momento da explosão, com dois ciclistas mergulhando para se proteger antes que uma nuvem de poeira escurece o céu.

Com informações Reuters.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS