Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Médico acreano desaparece na Bahia após marcar almoço com amigo; carro foi encontrado

_________________Publicidade_________________

O médico acreano Andrade Santana Lopes, de 32 anos, morador de Araci (BA), está desaparecido desde a última segunda-feira (24), após sair com destino a Feira de Santana , onde iria encontrar amigos.  O veículo dele foi encontrado no início da noite pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em uma rodovia.

Andrade é natural de Brasileia, no interior do Acre. Ele é filho do comerciante Paulino Santana, um comerciante tradicional já falecido que trabalhava com artigos de pesca e não tem parentes na Bahia onde trabalha em duas cidades.

Um amigo de Santana que também médico, registrou um boletim de ocorrência comunicando o desaparecimento.

“Foi feito o registro da ocorrência e iniciou-se uma coleta de dados que podem levar a indicação do paradeiro do médico. Sabemos que ele saiu dia 24 com destino a cidade de Feira de Santana, onde visitaria alguns amigos e iria realizar um negócio aqui nesta cidade. Por volta das 12h ele não mais foi encontrado por seus amigos, inclusive, se ausentou do serviço que seria escalado como médico. Por volta das 18h, o veículo dele foi encontrado pela Polícia Rodoviária Federal já na cidade de Conceição do Jacuípe, abandonado e trancado”, disse o delegado responsável pelo caso, Roberto Leal, ao site local Acorda Cidade.

No carro encontrado a polícia vai investigar se há algum vestígio de que houve algum tipo de crime.

“É realmente algo estranho. É uma pessoa dedicada ao trabalho como se percebe pelas informações coletadas com os amigos e pessoas mais próximas, e que não tem nenhum relato que indicasse ser vítima de crime. Vamos seguir com todas as diligências necessárias para localizá-lo. Não podemos descartar nenhuma hipótese, neste momento. Trata-se de uma pessoa que não havia nenhum indicativo de que tivesse sofrido algum tipo de ameaça, nem tivesse se envolvido em algum tipo de problema que gerasse algum tipo de vingança, e a gente acaba descartando essas situações, e se aproximando mais de um desaparecimento que pode ser em virtude de crime contra o patrimônio. O parelho celular e objetos pessoais não foram encontrados, indicando que esses pertences podem ter sido subtraídos. Nossa linha inicial é de que é um crime contra o patrimônio”, concluiu o delegado.

Ainda segundo o site Acorda Cidade, um amigo teria dito que o médico iria almoçar com uma mulher e depois enviou uma mensagem para ela cancelando o almoço, para almoçar com um amigo, e marcando um jantar com ela. A mulher já foi identificada e a polícia vai ouvi-la para saber se ela tem alguma informação importante que ajude a localizar o médico.  Andrade chegou a enviar uma mensagem para o amigo, dizendo que chegou ao local combinado, no Rio Jacuípe, mas o amigo não o encontrou. Após esta mensagem, o médico deixou de responder mensagens e atender ligações.

Via: Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas