Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Lucas do Valle morre em SP após ser baleado em assalto

_________________Publicidade_________________

Morreu no fim dessa sexta-feira (17) Lucas do Valle, neto do locutor Luciano do Valle.

O gerente comercial e consultor de negócios de 29 anos estava internado desde quarta-feira no Hospital São Paulo vítima de um disparo na cabeça em um assalto no Ipiranga, zona sul da capital paulista.

De acordo com o hospital, Lucas morreu às 20h53, após três dias em coma.

Lucas completaria 30 anos neste sábado (18).

Lucas era empresário, e tinha vindo do interior de São Paulo para a capital para fazer negócios com artistas.

Mãe de Lucas, a jornalista Alessandra do Valle homenageou o filho com um post em seu perfil do Instagram.

“Meu captain, obrigado por tantos ensinamentos! Que honra ser sua mãe! Deus está te recebendo de braços abertos! Vc viveu intensamente cada segundo da sua vida! Vai em paz minha luz! Sua mãe te ama incondicionalmente! Vamos aplaudir nosso menino de ouro! Seu legado será de frutos lindos!”.

Assalto a Lucas do Valle

Lucas do Valle, neto do narrador Luciano do Valle, estava internado na UTI do Hospital São Paulo desde a última quarta-feira (15). O gerente comercial e consultor de negócios foi baleado na cabeça durante um assalto na madrugada.  

Lucas estacionou o carro na rua Gama Lobo, no bairro do Ipiranga, zona sul da capital paulista. Antes de deixar o veículo para ir treinar em uma quadra próxima, pegou o celular para checar mensagens. 

Neste momento, um criminoso se aproximou e anunciou o assalto. Um comparsa, que pilotava uma moto, ficou vigiando na esquina para evitar que alguém se aproximasse. O momento dos disparos não aparece no vídeo. Segundo a polícia, testemunhas ouviram gritos. 

Após os tiros, o assaltante foi até a esquina, mas, sem encontrar o comparsa, que já havia ido embora na moto, voltou para pegar o carro da vítima e fugiu em alta velocidade. A Polícia Militar foi acionada por volta das 6h25 para atender a uma ocorrência de roubo e, no local, encontrou a vítima caída.  

A cápsula disparada já foi apreendida para comparação de balística. Segundo os investigadores, trata-se de uma calibre 765, uma pistola pouco comum entre criminosos.  

Além disso, a polícia já tem o rosto do atirador e tenta identificá-lo. O suspeito foi registrado por uma câmera caminhando pela rua com um celular na mão logo após abandonar o carro roubado no bairro do Ipiranga, zona sul da capital paulista.  

Os policiais não têm dúvida de que, embora os criminosos tenham roubado o veículo, o alvo do crime era o dinheiro das contas bancárias da vítima, que seria transferido para a quadrilha através do aplicativo da instituição financeira no celular.  

Jurandir Sant’anna, delegado da seccional sul, responsável por todas as delegacias da região do crime, pediu ajuda da população para conseguir mais informações sobre os assaltantes. As denúncias podem ser feitas no Disque Denúncia, sem necessidade de identificação. 

Via – UOL

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas