14 de agosto de 2022   |   05:24  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Jovem é chamado por ‘amigos’ na porta de casa e acaba morto a tiros na frente da família, em Brasileia

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu) foi acionado, no entanto, só pode constatar a morte do rapaz.

_________________Publicidade_________________

Mais um homicídio foi registrado na região do Alto Acre ainda na noite de domingo (10). De acordo com a polícia, Lucas Barreto do Nascimento, de 25 anos, estava em casa com a esposa no bairro José Peixoto, em Brasileia, no interior do Acre, quando dois homens chegaram o chamando para usar entorpecentes, mas quando ele saiu da casa, foi alvejado por vários disparos.

Segundo a polícia, a esposa contou que dois homens chegaram na casa e chamaram a vítima com um assobio, que, segundo a testemunha, era o sinal para usar entorpecentes. Após algum tempo, a mulher escutou dois disparos e viu Lucas entrando de volta na casa já ferido.

Um dos suspeitos chegou ainda a atirar mais vezes e a vítima caiu no chão de casa. Ele foi atingido com 4 a 5 disparos nos braços e região peitoral, de acordo com a PM. A guarnição fez ainda uma ronda para tentar encontrar os suspeitos, mas ninguém foi preso até a manhã desta terça-feira (12).

Outro casos

As mortes naquela região começaram na sexta-feira (8). O preso monitorado Jociel do Nascimento Soares, de 19 anos, foi morto a tiros na tarde de sexta em Epitaciolândia. Segundo informações da Polícia Militar, a vítima estava em casa, no bairro Liberdade, acompanhado da mulher, uma adolescente de 17 anos, e da filha de 3 anos, quando um homem invadiu o local e atirou contra ele e também contra a mulher. Soares morreu com dois tiros, que atingiram o braço direito e o tórax.

Já no domingo (10), Marcos Antônio dos Santos Sena, de 22 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça na cidade de Assis Brasil, no interior do Acre. Segundo a Polícia Militar, o crime ocorreu na frente da mulher dele. A informação é que o rapaz caminhava com a esposa e um amigo pela Rua Raimundo Chaar, em frente ao estacionamento de uma antiga igreja, por volta das 3h30 de domingo, quando foi abordado por um homem encapuzado.

Segurança reforçada

Sobre as mortes naquela região, à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública informou que, desde a última segunda-feira (11), mantém equipes da Polícia Militar, com o Batalhão de Operações Especiais (Bope), Polícia Civil, Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) em operações na Região do Alto Acre.

“Inclusive, tem-se a identificação de suspeita de autoria do homicídio em tela e estão sendo tomadas todas as medidas para prisão dos envolvidos. Informamos ainda que as operações no Alto Acre deverão permanecer em apoio às forças de segurança local”, destaca a nota.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS