Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Japão desiste de sediar Mundial de Clubes de 2021

Federação do país decide abandonar organização do torneio diante das restrições impostas pela pandemia do coronavírus. Fifa ainda estuda nova sede

_________________Publicidade_________________

O Japão decidiu não sediar mais o Mundial de Clubes de 2021, que está marcado para acontecer entre 9 a 19 de dezembro deste ano. A informação foi divulgada pela agência japonesa “Kyodo News” e confirmada pelo ge. A Fifa agora estuda uma nova sede para a competição.

De acordo com a “Kyodo”, a Associação Japonesa de Futebol (JFA) está preocupada com as restrições impostas pela pandemia do coronavírus e contava com a liberação total de público para sediar as partidas. A entidade está sem fonte de receitas e esperava ter bom faturamento com o evento.

Real Madrid, campeão Mundial de Clubes 2016, ano em que o Japão recebeu o torneio pela última vez — Foto: Reuters

Real Madrid, campeão Mundial de Clubes 2016, ano em que o Japão recebeu o torneio pela última vez — Foto: Reuters

As Olimpíadas e a Paralimpíadas foram realizadas sem a presença de público em Tóquio. O Mundial de Clubes obrigaria a JFA a fazer mudanças em seu calendário. Sem o torneio, a entidade ganharia um alívio em dezembro antes dos jogos decisivos de janeiro pelas eliminatórias asiáticas da Copa do Mundo.

A Fifa ainda não se manifestou oficialmente sobre o assunto. A entidade havia anunciado em dezembro do ano passado que o Mundial de Clubes retornaria ao Japão em 2021. Ainda não há uma decisão sobre quando vai ser a competição no seu formato ampliado, com 24 clubes, que estava prevista para ser este ano, mas foi adiada devido à pandemia.

O torneio voltaria ao Japão depois de quatro edições: em 2017 e 2018, os Emirados Árabes Unidos foram a sede, e os dois últimos ocorreram no Catar. O Japão é o país que mais vezes recebeu o Mundial de Clubes organizado pela Fifa, oito.

O país também sediou, entre 1980 e 2004, a antiga Copa Intercontinental, que reunia os campeões da Libertadores e da Liga dos Campeões da Europa e, posteriormente, foi reconhecido pela Fifa como Mundial.

Veja a situação de cada uma das copas continentais que dão vaga ao Mundial para seus campeões:

Liga dos Campeões da Uefa

Chelsea campeão.

Libertadores

Está em sua fase semifinal, com as partidas Flamengo x Barcelona-EQU e Palmeiras x Atlético-MG. A decisão é no dia 27 de novembro, no estádio Centenário, em Montevidéu.

Liga dos Campeões da África

Al Ahly campeão.

Liga dos Campeões da Ásia

Os jogos das oitavas de final estão definidos e vão ser disputados na próxima semana. A decisão do torneio deve ser apenas no fim do ano.

  • Esteghlal (Irã) x Al Hilal (Arábia Saudita)
  • Istikol (Tajiquistão) x Persepolis (Irã)
  • Al Sharjah (Emirados Árabes) x Al Wahda (Emirados Árabes)
  • Al Nassr (Arábia Saudita) x Tractor (Irã)
  • Ulsan Hyundai (Coreia do Sul) x Kawasaki Frontale (Japão)
  • Nagoya Grampus (Japão) x Daegu (Coreia do Sul)
  • Jeonbuk Hyundai (Coreia do Sul) x BG Pathum United (Tailândia)
  • Cerezo Osaka (Japão) x FC Pohang Steelers (Coreia do Sul)

Liga dos Campeões da Concacaf

Está na semifinal com os jogos: Monterrey x Cruz Azul e América-MEX x Philadelphia Union. O Monterrey venceu o jogo de ida por 1 a 0, e o América-MEX venceu a primeira partida por 2 a 0. A final deve ocorrer em outubro.

Liga dos Campeões da Oceania

Em junho, a OFC (Confederação da Oceania) cancelou o torneio pelo segundo ano seguido devido à pandemia do novo coronavírus. A entidade indicou o Auckland City. Último campeão do continente, o Auckland não disputou o Mundial em fevereiro para preservar o isolamento social que era mantido na Nova Zelândia.

Campeão nacional do país sede

A Fifa ainda vai definir nova sede.

Por GE

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas