Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Into registra queda em internações, mas cenário ainda é crítico

_________________Publicidade_________________

“Precisamos nos cuidar para que não seja necessário chorar depois pela perda de alguém especial”.

O médico Osvaldo Leal, responsável pelo maior hospital de referência no tratamento de pacientes com covid-19 no Estado, o INTO/AC, disse durante coletiva à imprensa nesta segunda-feira (6), quando todas as regionais do Acre foram classificadas outra vez na bandeira vermelha (nível de emergência), que a unidade registrou uma diminuição no número de internações.

A queda tem a ver com o índice de internações em leitos comuns. A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) segue superlotada. Nesta segunda-feira (5), nenhum leito de UTI estava disponível.

“Registramos uma diminuição no número de pessoas internadas em leitos comuns, mas isso não deve ser uma justificativa para que relaxemos a partir de agora. Pelo contrário, o cenário ainda é muito crítico e demanda muita atenção de todos nós. Torcemos para que isso se confirme nos próximos dias, que os números caiam mais ainda”, explicou.

“Os leitos de UTI seguem superlotados e hoje [referindo-se à segunda-feira] não tem nenhuma vaga disponível”, acrescentou.

Osvaldo, em desabafo, argumentou que os profissionais de Saúde estão enfrentando uma carga de estresse muito elevada e que a falta de cuidados por parte da população tem sido uma das causas do colapso enfrentado pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“Desculpem pelo desabafo, mas os profissionais de Saúde estão com uma carga de estresse muito elevada. Além disso, o relaxamento das medidas de proteção e cuidado contra esse vírus tem sido uma das causas do cenário caótico que estamos enfrentando. Precisamos nos cuidar para que não seja necessário chorar depois pela perda de alguém especial”, finalizou.

ContilNet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas