14 de agosto de 2022   |   10:25  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Instituições fazem reunião para tratar de políticas públicas à pessoas em situação de vulnerabilidade social em Cruzeiro do Sul

A problemática que envolve pessoas que vivem em situação de rua vem crescendo nos últimos anos. Por isso, existe a necessidade da implantação urgente de uma instituição para essas pessoas.

_________________Publicidade_________________

Redação Juruá Online

Na manhã desta quarta-feira (3), estiveram reunidos representantes da prefeitura de Cruzeiro do Sul, governo do Estado, igrejas e instituições em uma roda de conversa para discutir sobre a problemática de pessoas que vivem em situação de rua e de vulnerabilidade social.

De acordo com a coordenadora da Secretaria de Estado de Assistência Social dos Direitos Humanos e Políticas para Mulheres (SEASDHM), irmã Milca, será implantado na cidade a República, algo novo para o Estado do Acre, e Cruzeiro do Sul será o primeiro município à receber a instituição, que visa assistir a quem mais necessita de apoio. A iniciativa partiu tanto do governo do Estado como da prefeitura local, e servirá para atender moradores de rua que receberão atendimento de saúde para melhor qualidade de vida.

Existe uma política desafiadora no meio desse projeto, que é convencer as pessoas que se enquadram na condição da necessidade, a uma nova vida. “Não há legislação que obrigue a pessoa em situação de rua a vir para a República, como também buscar um tratamento”, ressaltou a coordenadora.

A problemática que envolve pessoas que vivem em situação de rua vem crescendo nos últimos anos. Por isso, existe a necessidade da implantação urgente da instituição para essas pessoas.

Segundo o vice-prefeito do município, Henrique Afonso, há uma meta de efetivar a instituição e deixá-la em pleno funcionamento a partir do dia 1º de setembro. “Estamos organizando toda uma equipe multidisciplinar. São pessoas especializadas para o período da manhã, tarde e noite”, destacou Afonso.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS