jurua_online_outubro_rosa.png

Variedades

Estudo traz evidência de que podemos contrair o coronavírus de animais

Um estudo holandês conduzido por especialistas em ciências veterinárias traz evidências de que a transmissão do coronavírus de animal para humano pode ser possível. A pesquisa será apresentada nesta semana na Conferência sobre a Doença do Coronavírus, que será organizada em uma plataforma online pela Sociedade Europeia de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas (ESCMID, na sigla em inglês).

 

Cientistas encontraram esses indícios ao investigarem 16 fazendas de visons que passaram por surtos de Sars-Cov-2 nos Países Baixos, de acordo com um comunicado. Os especialistas fizeram análises de sequenciamento de genoma para identificar as fontes de transmissão do novo coronavírus nesses locais, que contam com 720.000 animais ao todo.


São 97 pessoas que têm relação direta com essas fazendas passaram por testes para verificar a presença de Sars-Cov-2 no seu organismo – e 66 (67%) delas apresentaram sinais de uma infecção, seja por PCR ou sorologia. "Devido ao acompanhamento longitudinal das primeiras quatro fazendas, temos fortes evidências de que pelo menos duas pessoas nelas foram infectadas por visons”, escreveram os autores da pesquisa.

 

Mas eles adicionaram: “Infelizmente, com base em nossa pesquisa, não podemos tirar conclusões definitivas sobre a direção da maioria das infecções, então não sabemos o número total de pessoas que foram infectadas por visons. Concluímos que, inicialmente, o vírus foi introduzido pelos humanos e evoluiu em fazendas de visons, provavelmente refletindo a ampla circulação entre visons nas primeiras fazendas com Sars-CoV-2, semanas antes da detecção [do vírus]".

 

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image