logo_oficial.png

Cotidiano

Estudo aponta que Cruzeiro do Sul tem mais de 11,6 mil casos de Covid-19

O estudo da Universidade de Pelotas (UFPel) mostra que Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, teria mais de 11.665 infectados pelo novo coronavírus. Os dados fazem parte do maior estudo sobre a Covid-19 no Brasil e foram divulgados nesta quinta-feira (2) pelo Ministério da Saúde.

O número é seis vezes maior do que o registrado no boletim oficial da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre). Na quinta-feira (2), data do último boletim, a cidade tinha 2.116 casos confirmados.

A cidade também aparece em segundo lugar com maior índice de contaminação, com 239 casos para cada 10 mil habitantes. Com 36 mortes, a cidade tem uma taxa de mortalidade de 1,7%.

No Acre, apenas Cruzeiro do Sul e Rio Branco foram avaliados pela pesquisa. Foram três fases, entre maio e junho. A terceira fase, divulgada nesta quinta, faz uma análise geral de todo o estudo, que fez 150 mil testes rápidos para detectar a proporção de anticorpos da população em 133 municípios de todo o país.

Números saltaram
Na primeira fase do levantamento, Cruzeiro do Sul aparecia com 0,4% da população infectada pelo novo coronavírus. O salto desse número entre a primeira fase e terceira foi de mais de 11,3 mil casos. A porcentagem de contaminação, segundo o estudo, é de 13,2%.

 

Sobre a pesquisa
O estudo Epicovid-BR mapeou a epidemiologia do coronavírus no Brasil em três fases; a primeira foi entre os dias 14 e 21 de maio; a segunda entre os dias 4 e 7 de junho e a terceira fase ocorreu entre os dias 21 e 24 de junho. Somando as três fases da pesquisa, trata-se do estudo epidemiológico com maior número de indivíduos testados do mundo para o coronavírus, com uma amostra total de 89.397 pessoas entrevistadas e testadas.

A pesquisa ocorreu em 133 cidades espalhadas por todos os estados do Brasil e avaliou o número feitos por fase em cada cidade. O percentual da população com anticorpos é feito levando em consideração os indicadores de validade (sensibilidade e especificidade) do teste rápido utilizado.

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image