Juruá Online

Sem conseguir acesso para Série A, Felipão deixa o Cruzeiro após 3 meses

O técnico Luiz Felipe Scolari não é mais o comandante do Cruzeiro. A saída do clube foi anunciada nesta segunda-feira (25) após consentimento mútuo.

Felipão assumiu o time num momento conturbado em outubro do ano passado, quando o Cruzeiro era o 19º colocado no campeonato, com apenas 12 pontos em 15 jogos, e brigava contra o rebaixamento.

O treinador conseguiu evitar a queda do Cruzeiro para a terceira divisão (Série C) do Campeonato Brasileiro, mas não foi capaz de garantir a volta do time à elite do futebol nacional. 

O Cruzeiro está na 12ª posição da Série B, com 48 pontos, e não tem mais chance de subir. Felipão esteve à frente do clube em 21 jogos, dos quais conquistou 9 vitórias, 8 empates e sofreu 4 derrotas.

Considerando as duas passagens pela equipe mineira, ele dirigiu o Cruzeiro em 96 partidas, das quais obteve 49 vitórias, 31 empates e sofreu 16 derrotas.

"O Cruzeiro Esporte Clube e Luiz Felipe Scolari decidiram, em consenso, terminar a segunda passagem do treinador multicampeão pela Raposa", informou o time, em nota.

"Colaborando com o clube em seu momento mais desafiador na história, Scolari e sua comissão técnica cumpriram a importante missão de recuperar o Cruzeiro no Campeonato Brasileiro da Série B."