logo_oficial.png

Acre

Acre é um dos primeiros estados a utilizar novo aplicativo de Segurança Pública

Policiais civis, militares, federais e rodoviários federais vão poder contar com um novo aplicativo para facilitar o trabalho da segurança pública no Acre . Lançado na última segunda-feira, 25, pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública, o aplicativo “Sinesp Agente de Campo” é digital, rápido e gratuito para acesso policial imediato a mandados de prisão e para busca nacional de veículos roubados, entre outras operações cotidianas das polícias.

A ferramenta já está em teste nos estados do Pará, Tocantins e Acre. O objetivo do MJSP é, em até um mês, expandir o serviço a todos os estados brasileiros. No Acre, cerca de 50 policiais já estão utilizando o aplicativo, que é direcionado para agentes de Segurança Pública que têm maior demanda de consulta.

Para o secretário de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar Santos, é uma satisfação ter o Acre como um estados contemplados com o aplicativo nessa fase inicial e de teste da ferramenta, que já está gerando bons resultados na sua utilização.

“Desde o início da gestão do governador Gladson Cameli, a Segurança Pública sempre apoiou e buscou junto ao governo federal investimentos em tecnologias que tornassem o trabalho da segurança mais eficaz e consequentemente oferecesse um serviço de qualidade à população. Esse aplicativo é mais uma conquista em parceria com o Ministério da Justiça, que com certeza só trará celeridade ao trabalho dos policiais em campo”, destacou.

De acordo com o coordenador-geral do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), Major Casagrande, a ferramenta agilizará ainda mais o trabalho de quem está em campo com maior eficácia.

“O aplicativo veio para desburocratizar o trabalho de pesquisa e busca realizado pelos operadores da segurança pública durante uma abordagem. Em vez de entrar em contato com o Ciosp via rádio para esse fim, eles vão poder ter esse acesso imediato pelo aplicativo a boletins de ocorrências, dados pessoais do indivíduo abordado ou do veículo, de uma forma bem mais eficaz”, completou.

No caso dos veículos, pode-se fazer consulta detalhada por dados, como nome do proprietário, placa e chassi. Dados pessoais também terão o mesmo nível de detalhamento, assim como a consulta a boletins de ocorrência.

Investimento do Ministério da Justiça
O MJSP planeja investir nos próximos três anos R$ 32 milhões em infraestrutura digital, com objetivo de facilitar a integração e análise de grandes volumes de dados na Segurança Pública. Desde o ano passado, o Big Data Inteligência Artificial tem sido constantemente fortalecido com novas soluções e recursos de tecnologias, sem nenhum custo para os estados.

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image