Image
Image
Image
Image
Image


    #

    Acre

    Queimadas cresceram quase 50% até novembro deste ano, em comparação a 2018

    Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE – apontam que o Brasil registrou até o dia 30 de novembro deste ano 189.934 focos de queimadas contra 127.759 registrados em 2018, no mesmo período. O aumento foi de 49%.

    Nos últimos sete anos, o país registrou um número maior de queimadas que em 2019 apenas em duas oportunidades: 2015, com 199.079 focos, e 2017, com 195.856.

    Com 6.801 focos de queimadas – 3,6% do total – o Acre é 12º estado no ranking dos mais registraram queimadas nesse período. Em 2018, o número de queimadas no estado foi 2% menor, com 6.624 focos.

    Nos últimos sete anos, o Acre teve um número maior de queimadas apenas em 2016, com 7.678 focos.

    Os maiores crescimentos no número de queimadas em 2019 com relação ao ano anterior se deram nas regiões Centro-oeste, Sudeste e Sul, com índices de 115%, 80% e 52%, respectivamente. Os menores aumentos foram registrados no Norte e no Nordeste, 29% para cada uma das regiões.

    Um dado que chama a atenção em 2019 é referente ao crescimento das queimadas no Pantanal, foram 9.778 focos de queimadas este ano contra 1.528 em 2018 neste bioma brasileiro, um aumento de 539%.

    Os municípios campeões de queimadas no Brasil em 2019 são: Corumbá (MS) – 6.189; Altamira (PA) – 3.779; São Félix do Xingu (PA) – 3.762; Porto Velho (RO) – 3.570 e Lábrea (AM) – 2.491 focos.

    Os dados constam no programa Queimadas, do Inpe.

    banner sicredi

    banner gazin 300

    © Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

    Image
    Image
    Image

    PUBLICIDADE

    Image