Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Hospital retira sedação de menino que caiu em atração no Beto Carrero: ‘Cada dia melhorando mais’, diz familiar em rede social

Avaliação neurológica deve ser feita pela equipe médica nos próximos dias. Garoto estava no parque em comemoração ao seu aniversário e caiu durante foto em estátua de gorila.

_________________Publicidade_________________

menino de 6 anos que caiu de uma atração no Parque Beto Carrero World em Penha, no Litoral Norte catarinense, está sendo retirado da sedação e uma avaliação neurológica será realizada nos próximos dias, segundo informações do Hospital Pequeno Anjo, em Itajaí, divulgadas nesta quinta-feira (24).

A retirada da sedação trata-se de um processo lento, conforme a unidade de saúde, e o garoto segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde está estável. A criança, está sendo assistida diariamente por um neurologista e um intensivista.

A criança com os olhos abertos e não foi informado se ele já conseguiu se comunicar com os familiares. Nas redes sociais, um familiar do menino manifestou otimismo com a melhora no quadro clínico.

“Nosso bebê vai ficar ainda melhor do que ficou ontem. Cada dia melhorando mais e mais. O milagre já aconteceu, já está em movimento”, escreveu o parente.

Familiar manifestou otimismo com a melhora no quadro clínico do menino que caiu em atração no Beto Carrerro World — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Familiar manifestou otimismo com a melhora no quadro clínico do menino que caiu em atração no Beto Carrerro World — Foto: Redes Sociais/Reproduçãohttps://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Na quarta-feira (23), a Polícia Civil confirmou que instaurou inquérito para investigar a queda do menino. No mesmo dia, o pai do garoto e dois advogados estiveram na delegacia para registrar boletim de ocorrência.

A hipótese inicial da polícia é de que o acidente se trate de lesão corporal culposa, ou seja, sem a intenção de produzir o resultado, segundo o delegado responsável pela investigação, Rodolfo Farah, pois o menino não foi empurrado da estrutura onde caiu.

Deve ser avaliado se pode haver responsabilidade de alguém pela queda e as circunstâncias seguem sendo apuradas pela polícia. Na terça (22), a Polícia Civil adiantou que coletava informações para instauração de inquérito, mesmo antes de a família registrar o boletim de ocorrência.

Polícia Civil vai investigar se houve negligência no atendimento ao menino em parque

De acordo com o advogado que representa a família, Eduardo Chede, na delegacia, o pai narrou os fatos que aconteceram no parque no dia 19 de junho. Outro advogado também acompanhou o depoimento. O pai do menino preferiu não se manifestar publicamente.

via-G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas