Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Governo propõe ICMS de 3,5% para estimular voos diurnos no Acre

_________________Publicidade_________________

O Acre estabeleceu alíquota de ICMS de 3,5% para incentivar novos voos diurnos no Estado. Essa é a menor taxa do país, segundo portais especializados em aviação. A alíquota era 25%.

A partir de 2022, os aeroportos de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, além de Manaus, Tabatinga, Tefé, Porto Velho e Boa Vista serão administrados pela iniciativa privada. Por meio de leilão promovido pelo governo federal, a empresa francesa Vinci Airports, do Grupo Vinci, ofertou lance de R$ 420 milhões e conquistou a concessão dos setes terminais localizados na Amazônia Ocidental pelos próximos 30 anos. No final de agosto o governador do Acre, Gladson Cameli, recebeu o diretor-presidente da Vinci Airports Brasil, Júlio Ribas, no Palácio Rio Branco.

Ribas assegurou que a população pode esperar coisas boas. “Aeroportos funcionais, seguros e agradáveis. Uma das nossas maiores missões é promover uma mais conexão entre os aeroportos da Amazônia Legal. Está no topo das nossas prioridades retomar os voos regulares entre Rio Branco e Porto Velho, além de melhorar a conexão daqui com Manaus e o Sul do Brasil. Também queremos internacionalizar o aeroporto, para que no devido momento possamos ter voos para a Bolívia e Peru, por exemplo”, disse o executivo.

Fonte: Ac 24horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas