Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Governo promove ato de sensibilização para combater a violência contra a pessoa idosa

_________________Publicidade_________________

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), promoveu nesta quinta-feira, 24, um ato de sensibilização em alusão ao Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, celebrado no último 15 de junho. O evento foi realizado no auditório da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz), em Rio Branco.

No evento foram apresentadas as ações que o Estado vem desenvolvendo em prol das políticas públicas destinadas à pessoa idosa. As principais ações da campanha estadual vão desde ações publicitárias até a realização de palestras presenciais e online.

O Acre também aderiu ao Pacto Nacional de Implementação da Política de Direitos da Pessoa Idosa, por meio do qual os governos federal, estadual e municipal implementam políticas públicas de promoção e defesa dos direitos das pessoas idosas.

“É nossa obrigação informar, para prevenir o sofrimento físico e psicológico de nossos idosos. Devemos continuar lutando para diminuir as subnotificação de casos”, salientou em seu discurso a primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli.

Em março, a SEASDHM iniciou as assinaturas dos convênios frutos de emendas parlamentares estaduais que destinam R$ 1,8 milhões em recursos para as organizações da sociedade civil. Parte do recurso será encaminhada para as entidades que acolhem idosos em Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Tarauacá.

Durante o ato foi realizada uma palestra sobre os tipos de violência contra a pessoa idosa e como denunciar. Foto: Pedro Devani

A anfitriã do evento e secretária da pasta, Ana Paula Lima, destacou a atuação da secretaria junto às entidades. “Em minhas visitas aos municípios, tenho conhecido as instituições que acolhem os idosos e sou conhecedora de suas dificuldades e necessidades. O acompanhamento serve para identificar as necessidades e estabelecer parcerias”, afirmou.

Durante o ato foi realizada uma palestra pela conselheira do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa do Acre (Cedi/Acre), Polyana Bezerra, sobre os tipos de violência contra a pessoa idosa e como denunciar.

Participaram do evento a procuradora de justiça do Ministério Público do Acre, Gilcely Evangelista, a defensora pública Flávia Nascimento e a representante do Cedi, Ana Cristina de Oliveira.

Por SECOM

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas