Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Governo garante formação profissional a indígenas da aldeia Puyanawa, em Mâncio Lima

_________________Publicidade_________________

O indígena Eluan Pereira, de 19 anos, concluiu o ensino médio e não encontrou vaga no mercado de trabalho. Foi quando o governo do Estado ofertou, por meio do Instituto de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec), o curso de técnicas em informática, possibilitando que ele e outros jovens da aldeia Puyanawa sonhem com novos horizontes sobre o futuro profissional. Para o adolescente, a formação trará um grande avanço e desenvolvimento à comunidade. “É necessário pessoas que dominem esses novos conhecimentos. Desenvolvemos um projeto de bancos de dados e ele foi muito útil porque vimos, na realidade, a modernização das informações. Eu espero usar tudo que aprendi para ganhar a minha vida”, declarou.

Distante 12 quilômetros de Mâncio Lima, a comunidade Barão, onde residem cerca de 800 puyanawas, numa área de 24 mil hectares, formou 19 novos profissionais, após um ano e oito meses de estudo.

“O governo tem uma política de democratização da educação profissional do Acre. Hoje, temos mais um motivo de alegria porque estamos formando mais uma turma na área de informática, que trará ao mercado de trabalho novos profissionais, que vão suprir a demanda urgente do mercado da região. A missão do governo é preparar esses jovens para o mundo do trabalho” ponderou Francineudo Costa, presidente do Ieptec.

Indígenas realizando o juramento de bem servir a sociedade com os serviços que prestarão futuramente. Foto cedida.

A solenidade, que foi realizada na Escola Ixubai Rabui Puyanawa, também contou com a presença da coordenadora-geral do Centro de Formação e Tecnologia da Floresta (Ceflora) no Juruá, Raylene Cameli, do deputado federal, Alan Rick, do cacique da aldeia Puyanawa, Joel Lima, da gestora do colégio, Maria Alice Lima, da coordenadora administrativa do Ceflora, Maria Messias e demais convidados.

O governo tem determinado a capacitação de jovens juruaenses de diversas classes sociais. “O governador Gladson Cameli tem uma visão ampla sobre o processo de melhoria da mão de obra do Estado. Ele compreende que a formação profissional é um caminho para o desenvolvimento. Por isso, estamos formando pessoas em todo Acre”, analisou o presidente do Ieptec.

O cacique Joel Lima relata que “foi um motivo de alegria a vinda do curso para a comunidade” e que “a iniciativa é uma preparação para os jovens para enfrentar os desafios da vida”.

Cacique faz entrega de diplomas aos novos profissionais em técnicas de informática. Foto: Cedida.

O parlamentar Alan Rick, que vem sendo um grande parceiro da educação estadual, pontua que o conhecimento especializa os jovens para ter uma profissão. “Ficamos muito feliz por dar esse presente para esse povo. Quero parabenizar a equipe e ao governador Gladson Cameli pelo grande trabalho que tem feito na educação”.

Por: SECOM

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas