2 de julho de 2022   |   00:12  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Governo garante construção de sedes administrativas do IMAC nos municípios do Vale do Juruá e anuncia investimentos

Investimento previsto de 17 milhões para o Vale do Juruá.

_________________Publicidade_________________

Redação Juruá Online

O Presidente do Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC), André Assem, em entrevista a TV Juruá Notícias, anunciou a construção de novas sedes no Vale do Juruá. Ele enfatizou também a importância de se buscar orientações junto ao órgão, criando assim uma educação ambiental, e afirmou a vinda de investimentos da parte do Governo Federal no setor.

André Assem, presidente IMAC: arquivo Juruá Online

De acordo com o presidente do órgão, anteriormente, primeiro se reprimia o produtor, para depois tomar uma medida administrativa no sentido de auxiliar.

“Temos que trabalhar de forma parceira, com a população e os irmãos da zona rural, os agricultores. Então, isso vem dando certo (…) as pessoas têm procurado o órgão para se licenciar. Aumentamos de 2019 até hoje, em relação ao governo passado, 66% o número de licenças expedidas”, declarou o presidente do IMAC.

As principais ocorrências, onde o agricultor entrava na irregularidade, necessitando assim procurar o IMAC, vêm sendo corridas, apontando melhorias nesse sentido.

“O agricultor não sabia que ele tinha o direito de pegar uma árvore que não dá mais frutos, que está oca, que não tem mais serventia (…), utilizar aquela própria árvore, para investir em sua propriedade. (…) O licenciamento ambiental do estado do Acre, é no IMAC, que, além de ser o órgão fiscal, em relação aos crimes ambientais, licencia no estado”, esclareceu o presidente.

Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC) atua nas áreas particulares e nas florestas públicas estaduais, como órgão regularizador, garantindo segurança aos produtores. No município de Brasiléia, Alto Acre, foi inaugurado uma sede, assim como no Vale do Juruá, os servidores estão trabalhando, e há um investimento previsto de 17 milhões.

Na entrevista, o presidente do órgão anunciou a vinda, para a região do Vale do Juruá, de empresa, o que pode gerar empregos com a criação de galpões.

“O governador sentou, há dois dias, com o empresário Paulo Santoyo, que é da Dom Porquito, (…) e agora o Juruá, com um empreendimento, que o governo vai anunciar junto ao BNDS, um investimento de 17 milhões. A Dom Porquito estará entrando em breve aqui no Juruá, gerando emprego, renda”, declarou o presidente do IMAC.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS