Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Governo, FIEAC, Sindmóveis e Sebrae se unem para regularização do Polo Moveleiro de Cruzeiro do Sul

Vários setores do governo juntamente com o Sindmóveis e entidades do sistema S entre eles a Federação das Indústrias do Acre (FIEAC), através de uma força tarefa, estão empenhados em fazer com que as empresas situadas no polo noveleiro de Cruzeiro do Sul venham a ter regularização ambiental.

_________________Publicidade_________________

Vários setores do governo juntamente com o Sindmóveis e entidades do sistema S entre eles a Federação das Indústrias do Acre (FIEAC), através de uma força tarefa, estão empenhados em fazer com que as empresas situadas no polo noveleiro de Cruzeiro do Sul venham a ter regularização ambiental. O IMAC estará agilizando os processos e barateando a taxa. “Finalizamos em Cruzeiro do Sul essa ação, para regularizar tudo dentro da lei. É um compromisso do estado e o governo está presente em todos os polos do Acre, afirmou André Hassem, Presidente do IMAC.

Em relação a regularização fundiária, o secretário de Indústria, Ciência e Tecnologia do Acre, Anderson Abreu, está regularizando os processos de registro, loteamentos e a emissão de documentos de concessão de uso nos terrenos e galpões. Estamos fazendo uma força tarefa junto com o Imac, Fieac e prefeituras para poder resolver essa problemática que não é de hoje”.

Já a Fieac, Sebrae e Sindmóveis estão auxiliando, oferecendo apoio técnico e contábil para os empresários regularizarem suas empresas. “A Federação das Indústrias está acompanhando esse processo da proposta dos governos do estado e está atendendo uma reinvindicação antiga dos empresários do setor moveleiro que é de regularizar a sua situação nos polos. Seja ela regularização ambiental, regularização das documentações dos terrenos, a documentação dos galpões nós da Federações das indústrias estamos trazendo para os empresários uma ajuda, um apoio técnico jurídico e contábil, para que ele possa regularizar a sua empresa e poder atender os requisitos que o estado está exigindo”, relatou Assur Barbary, Assessor de Relações Institucionais da Fieac.

A Coordenadora da Fieac no Juruá, Janaína Terças, destacou a importância da parceria que vai levar ao setor, proporcionando mais respaldo caso venha a acontecer uma fiscalização.
“O governo do estado atendeu prontamente as demandas que foram levadas aqui pela Indústria de Cruzeiro do Sul. No setor ambiental, o presidente do Imac, André Assem, respondeu prontamente baixando os valores das licenças, dando agilidade a essas licenças. E também o secretário Anderson Abreu que está aqui dando a concessão desses imóveis desses galpões para os moveleiros que já estão aqui há mais de dez anos”, concluiu.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas