Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Governo executa manutenção corretiva em sistemas de abastecimento de água do interior

_________________Publicidade_________________

O governo do Acre, por meio do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa), realiza nova série de manutenções corretivas nos sistemas de abastecimento das unidades de produção do departamento no interior do estado. O principal objetivo é eliminar a possibilidade de falhas elétricas ou mecânicas que acarretem paradas inesperadas e comprometam a distribuição de água tratada.

Em Sena Madureira, instalação de nova bomba elimina problemas com reposição de peças. Foto Assessoria Depasa

Em Sena Madureira, a intervenção contemplou a instalação de uma nova bomba da estação de captação do sistema de abastecimento. O trabalho foi concluído na noite de sábado, 27.

A substituição do equipamento antigo por um novo, além de garantir a eficiência e eficácia do sistema, permitiu eliminar transtornos, como a falta de peças de reposição para manutenção periódica. Atualmente, com capacidade para tratar 90 litros de água por segundo, o sistema de abastecimento da cidade atende mais de 3.900 usuários cadastrados.

“Água é vida. Para o governo do Estado, garantir o abastecimento é uma das prioridades. Atendendo a solicitação do governo Gladson Cameli, as equipes do Depasa continuam empenhadas em melhorar cada vez mais os serviços de água e esgotamento sanitário”, enfatizou a presidente do Depasa, Waleska Dessotti.

Epitaciolândia

Transformador que alimenta a rede elétrica do Depasa foi trocado. Foto: Assessoria Depasa

Em Epitaciolândia, o trabalho para correções necessárias nas quatro estações de tratamento que compõem o sistema de abastecimento de água da cidade se iniciou com reparos no sistema de filtragem de uma das estações de tratamento de água (ETAs) e com a troca do transformador que alimenta a rede elétrica do Depasa no município.

O trabalho continuará após o feriado, quando a equipe da Divisão de Operação, Controle e Gestão do Interior (Dioci) retornará ao município para fazer a substituição do leito filtrante, difusores, crepina (para aumentar a performance do sistema) e outros componentes do sistema de filtragem.

Além de contribuir para o bom funcionamento do sistema de abastecimento, as intervenções permitirão melhorar a qualidade da água distribuída aos moradores do município.

Assis Brasil

Em Assis Brasil, o foco da ação foi o combate a vazamentos. Técnicos do setor de distribuição deslocaram-se da capital ao município, para realizar o trabalho de geofonagem, extremamente importante para localizar e combater vazamentos, normalmente não visíveis.

Durante a operação, foi localizado um vazamento na rede de 200mm, mapeada um área onde havia material contaminante e encontrada uma rede que a equipe ainda não havia conseguido localizar no mapa do sistema distribuição do município.

Em Assis Brasil equipe técnica do Depasa realiza trabalho de geofonagem para identificar vazamentos não visíveis na superfície. Foto: Assessoria Depasa

Entre as intervenções já realizadas durante a  gestão Gladson Cameli em Assis Brasil, destaca-se o investimento para implantação do sistema de bombeamento.

Atualmente, o sistema de abastecimento de água de Assis Brasil funciona de forma híbrida, por gravidade (com a distribuição de água ocorrendo naturalmente, de local alto para outro baixo) e por bombeamento.

O sistema opera todos os dias, 13 horas por dia, garantindo distribuição de água tratada a mais de 1800 usuários cadastrados no Depasa do município.

Programação

Ainda como forma de garantir o bom funcionamento dos sistemas de abastecimento no interior do estado, o governo do Acre, por meio do Depasa, já tem planejadas manutenções corretivas nos municípios de Manoel Urbano, Tarauacá, Cruzeiro do Sul e Santa Rosa do Purus.

A presidente do Depasa, Waleska Dessotti, destaca o esforço para garantir a execução dos serviços em tempos de pandemia. “Em situação normal, num processo de compra dos materiais necessários, o prazo para entrega seria de, no máximo, 30 dias. Hoje esse tempo é de 90 a 180 dias. Considerando essa dificuldade, todo esforço tem sido feito para garantir recursos e materiais necessários à execução dos serviços.”

Foto: Assessoria Depasa
Foto: Assessoria Depasa
Foto: Assessoria Depasa

Via: Agência de Notícias do Acre

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas