Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Governo do Estado entrega 620 cestas básicas para indígenas de Feijó

_________________Publicidade_________________

SECOM

Os indígenas das etnias Kaxinawas (Huni Kuí), Kulina (Madija), Shanenawa e Ashaninkas, tiveram suas terras devastadas pela cheia do rio Envira, perdendo toda a sua produção agrícola de 2021. Por isso, o governo do Acre entregou nesta sexta-feira, 17, em Feijó, 620 cestas básicas às mais de três mil pessoas atingidas pela enchente.

Governo do Acre entregou nesta sexta-feira, 17, em Feijó, 620 cestas básicas às mais de três mil pessoas atingidas pela enchente Foto: Pedro Devani/Secom.

“É muito importante no momento em que estamos passando, as comunidades receberem essa cesta básica. O que foi plantado ano passado infelizmente não vai ser colhido este ano, todos foram afetados nas enchentes, indígenas e não indígenas. Graças a Deus temos nossos representantes para nos ajudar”, ressaltou a representante das mulheres indígenas no Acre, Edna Shanenawa.

Recurso das 620 cestas básicas é fruto da Lei Complementar 173/2020 de enfrentamento à Covid-19 e do convênio pactuado junto ao governo federal, pelo governador Gladson Cameli Foto: Pedro Devani/Secom.

O recurso das 620 cestas básicas é fruto da Lei Complementar 173/2020 de enfrentamento à Covid-19 e do convênio pactuado junto ao governo federal, pelo governador Gladson Cameli, que elaborou um projeto para garantir assistência aos povos indígenas. O projeto visa o fornecimento de uma alimentação diferenciada aos povos indígenas, com alimentos com alto teor de proteína e pouco carboidrato, como o arroz e a farinha de mandioca, o que torna a cesta básica diferente da cesta habitual de famílias não indígenas.

Ana Paula Lima reforçou a atuação do Estado junto às lideranças indígenas Foto: Pedro Devani/Secom.

A secretária de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres, Ana Paula Lima, reforçou a atuação do Estado junto às lideranças indígenas.

“Estamos em Feijó há cinco dias realizando oficinas com os indígenas e apresentando seus direitos constitucionais. Conversamos também sobre os programas sociais que auxiliam na renda da família, como o programa Bolsa Família, Auxílio Emergencial e Cartão Auxílio do Bem. Essas cestas mostram o papel da assistência social junto aos municípios”, salientou a chefe da pasta.

Indígenas das etnias Kaxinawas (Huni Kuí), Kulina (Madija), Shanenawa e Ashaninkas receberam o apoio Foto: Pedro Devani/Secom.

A SEASDHM entregou as cestas às seguintes instituições: Fundação Nacional do Índio (Funai), Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI), Conselho Indigenista Missionário (CIMI), Organização dos Povos Indígenas do Rio Envira (Opire) e Secretaria Municipal de Assistência Social que irão realizar a distribuição para as 620 famílias beneficiadas.

Prefeito de Feijó, Kiefer Cavalcante, falou da importância da parceria entre Estado e Município Foto: Pedro Devani/Secom.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas