Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Governo certifica policiais penais no curso de Atualização e Alinhamento do Sistema de Acompanhamento e Custódia

_________________Publicidade_________________

SECOM

Os servidores do Sistema Penitenciário acreano têm passado por constantes capacitações. Na manhã desta segunda-feira, 16, o governo do Estado, por meio do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), certificou 20 policiais penais que concluíram o curso de Atualização e Alinhamento do Sistema de Acompanhamento e Custódia 24 Horas (SAC24), em Rio Branco. A cerimônia foi realizada no auditório da Escola Estadual José Ribamar Batista.

Profissionais passaram por 60 horas de capacitação Foto: Elenilson Oliveira/Iapen

O objetivo das instruções foi estabelecer o alinhamento entre as equipes quanto ao uso adequado das ferramentas do sistema de acompanhamento de presos, rotina e abordagem na rua. As aulas foram ministradas por policiais penais da Unidade de Monitoramento Eletrônico de Presos (Umep) de Rio Branco, bem como por instrutores da Divisão de Escola do Servidor Penitenciário (Desp) e policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

O diretor em exercício da Umep, Rafael Argolo, explicou que o curso foi dividido entre instruções teóricas e operacionais, sendo 40 horas focadas no sistema de acompanhamento e 20 horas em procedimentos operacionais, perfazendo um total de 60 horas. “Ao longo de três meses, o curso já foi disponibilizado para 49 policiais que trabalham com o monitoramento nos municípios de Sena Madureira, Brasileia e Rio Branco. Os profissionais de Tarauacá e Cruzeiro do Sul serão os próximos a participar do alinhamento”, disse.

Deilton Guimaraes foi um dos policiais que concluíram o curso Foto: Elenilson Oliveira/Iapen

Para o policial penal Deilton Guimaraes, que participou do curso, a capacitação proporcionou o estabelecimento de um padrão de trabalho único. “As forças de Segurança, em especial a Polícia Penal, têm que falar a mesma língua porque, nesse momento, quem ganha é a sociedade. Nós passamos a oferecer o melhor trabalho para a sociedade e também a atender o monitorado de forma mais correta, sendo mais precisos em nossas ações”, disse.

Na ocasião, o presidente do Iapen, Arlenilson Cunha, agradeceu a todas as forças policiais que têm contribuído com a formação dos servidores do Iapen. Também destacou o esforço do governo em garantir a qualificação dos profissionais. “A Polícia Penal hoje tem uma atuação forte, tanto dentro como fora, na prevenção, custódia e vigilância. A capacitação tem sido um marco na gestão. Isso é uma diretriz do governo do Estado, no sentido de profissionalizar nossos servidores penitenciários”, ressaltou.

Representando a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, o diretor operacional, coronel Ulysses Araújo, parabenizou os formandos e a Polícia Penal como um todo pela conquista de ser uma polícia que hoje é vista de modo diferente pela sociedade, como algo essencial que sempre foi. “Se unirmos as nossas forças, temos condições de dar a melhor resposta para a sociedade no combate à violência e à criminalidade”, afirmou.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas