Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Goleiro Weverton sobre início de carreira no Acre: ‘O goleiro de um clube faltou e precisavam de alguém’

_________________Publicidade_________________

Em entrevista exclusiva à TV Palmeira Plus, o acreano Weverton Pereira da Silva, que é goleiro do Palmeiras e referência técnica do atual elenco do time, contou como iniciou a sua vida com o futebol.

Morador do bairro Sobral, ele afirma que no início da carreira nunca quis ser goleiro. “Comecei jogando na linha”.

“Minha história é engraçada. Sempre gostei e joguei futebol, mas nunca pensei que seria goleiro. Comecei minha carreira jogando na linha e isso até me facilitou a ter maior controle com a bola no pé atualmente. Esse período jogando na linha, querendo ou não, me ajudou muito. Mas, chegou uma hora que meu técnico pediu para eu não jogar mais como atacante porque sabia que eu não iria muito longe”, disse o jogador.

Weverton afirma que ganhou destaque no Acre com as jogadas ofensivas e lançamentos precisos na saída de bola. Sua altura foi um dos fatores que lhe fizeram alcançar a posição.

“Teve um dia que o goleiro faltou no treino lá do clube da minha cidade e precisavam que alguém jogasse na posição. Como eu era um dos mais altos, acabou que eu tive que ir para o gol. Um cara que era dono de um clube melhor lá em Rio Branco me chamou para fazer um teste e eu cheguei a falar para ele que não era goleiro e não podia ir, que só estava jogando na posição porque alguém tinha faltado. Ele acabou me convencendo e fui. Deu no que deu e virei goleiro até hoje”, argumentou.

Ao longo da entrevista, o acreano demonstrou sua admiração pelo ex-goleiro Marcos, que é um dos principais goleiros da história do Palmeiras.

“É um sonho atuar no mesmo clube que ele. Quando você passa a ser goleiro começamos a ter algumas referências. Sempre fui muito fã do Marcão, muito pelo fato dele ser ídolo não só da torcida palmeirense, mas de todas as torcidas. Ele foi um grande goleiro que me inspirou muito. Fico extremamente feliz de estar jogando na posição que ele jogou e estar vestindo a camisa do Palmeiras como ele. É a realização de um sonho estar vivendo isso”, finalizou.

Via – Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas