Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Gladson diz que esperava falta de apoio de Mazinho e Duarte

_________________Publicidade_________________

Em conversa com a reportagem nesta quinta-feira (1), o governador Gladson Cameli falou pela primeira vez sobre a aliança política com o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), formada na última semana, após uma conversa franca e direta com o presidente da sigla e deputado federal, Flaviano Melo.

Cameli destacou que o apoio do partido é importante e citou a boa relação política com Flaviano e o senador da República, Márcio Bittar. “Já falei que quero o Márcio ao meu lado e o Flaviano também”, ressaltou.

O chefe do executivo não se curvou de comentar as negativas de dois importantes membros políticos do partido, no caso, o prefeito de Sena Madureira Mazinho Serafim e o deputado estadual Roberto Duarte, para ele, ambos os políticos têm seu direito de apoiar ou não a atual gestão.

“O Roberto eu já esperava, sempre soube do posicionamento dele, e respeito, já o Mazinho não tem como, para que garantir apoio para amanhã ou depois haver uma briga e romper?”, declarou.

Mesmo antes do MDB fechar a aliança com o governo, Roberto já havia declarado que não iria fazer parte da base aliada e com isso, iria se manter na ala dos independentes.

Por outro lado, Mazinho já declarou algumas vezes que o rompimento com o governo era definitivo, sem chance de retorno.

Ac 24 Horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas