Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Gladson concede entrevistas, destaca avanços e reforça compromisso de sua gestão com o desenvolvimento do Acre

_________________Publicidade_________________

A participação do governador Gladson Cameli foi destaque em três programas de rádio e TV exibidos nesta segunda-feira, 15. Ao longo da manhã e início da tarde do feriado da Proclamação da República, o gestor concedeu entrevistas aos jornalísticos Café com Notícias, da TV 5, Jornal da Manhã, que vai ao ar pela CBN Amazônia, e Gazeta Alerta, da TV Gazeta.

Cameli comentou a participação do Acre na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática, a COP26, realizada em Glasgow, na Escócia. Segundo o chefe de Estado, a garantia das futuras gerações depende da preservação ambiental. Para Gladson, por meio de políticas públicas sérias e responsáveis, é possível aliar desenvolvimento socioeconômico com sustentabilidade.

“O meio ambiente tem muito a contribuir com a geração de emprego. Ao mesmo tempo, também sabemos que é possível desenvolver o agronegócio sustentável”, afirmou.

Superação da pandemia de Covid-19

Gladson classificou a pandemia do novo coronavírus como o maior desafio enfrentado em sua administração. Desde a confirmação do primeiro caso da doença, em março do ano passado, uma série de medidas foi adotada para salvaguardar vidas. Além da construção de dois hospitais de campanha em tempo recorde, o governo investiu na aquisição de equipamentos, insumos, medicamentos e contratação de profissionais.

Ao falar sobre saúde, Cameli classificou a pandemia de Covid-19 como o maior desafio de sua gestão Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Nunca trabalhei com a expectativa de pegar uma pandemia, que ainda estamos vivenciando, mas que está no final. Minha grande obra, que não estava no planejamento, foi proteger o maior número de vidas possível. Como governador, não politizei a situação e pedi o apoio de todos”, declarou.

Defensor da ciência e da imunização em massa para que a Covid-19 seja superada de uma vez  por todas, o governador comemorou o pedido da farmacêutica Pfizer à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para começar a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos de idade, no Brasil. Gladson aproveitou a oportunidade para sensibilizar os adultos que ainda não se protegeram.

“Peço aos pais que não vacinaram para que se vacinem. Se já tomou a primeira dose, procure tomar a segunda. Ao mesmo tempo, já vai preparando o braço da criançada para que elas se vacinem para que possamos proteger a vida das nossas crianças, que são o futuro do nosso estado”, enfatizou.

Cameli pediu à população que se imunize por completo para que a pandemia seja superada Foto: Marcos Vicentti/Secom

Concessão de aumento salarial aos servidores públicos e realização de obras

Gladson Cameli revelou que sua equipe econômica vem realizando estudos para que o governo conceda aumento salarial aos servidores públicos estaduais. De acordo com o chefe de Estado, há possibilidade do anúncio ser feito até dezembro de 2021.

“Isso é um direito dos servidores. Por isso, esta é uma pauta que eu trato com muita tranquilidade e responsabilidade para não criar uma falsa expectativa. Os servidores públicos são verdadeiros guerreiros e eu sou grato a todos eles por tudo que fizeram para salvar vidas”, argumentou.

Gladson revelou que sua equipe econômica estuda a concessão de reajuste salarial aos servidores públicos do Estado Foto: Marcos Vicentti/Secom

Questionado sobre obras em execução e as que estão previstas para serem lançadas, Cameli enumerou os investimentos milionários realizados por sua gestão em todas as regiões do estado. “Começamos a duplicação da estrada de acesso ao aeroporto de Cruzeiro do Sul, o anel viário de Brasileia e Epitaciolândia e iniciaremos a construção do viaduto, a orla do Quinze e da ponte entre o Quinze e a Baixada da Sobral”, pontuou.

Em relação à zona rural, Gladson reafirmou seu compromisso com a população do campo e garantiu estar empenhado na manutenção de ramais e pavimentação de estradas vicinais nos principais polos produtivos do estado. O governo citou como exemplo o asfaltamento do chamado cinturão verde entre os municípios de Rio Branco, Bujari e Porto Acre. A obra está prevista para ter início em 2022 e beneficiará centena de pequenos produtores da região.

Por SECOM

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas