Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Gladson Cameli abre aula inaugural de curso para formação de 198 novos soldados da Polícia Militar

_________________Publicidade_________________

SECOM

“Desde pequena, meu sonho era seguir a carreira do meu pai, que é policial militar. Hoje, esse sonho começa a se transformar em realidade.” Foi com essa frase que a aluna Kamyla Barbosa definiu o início do Curso de Formação de Soldados (CFSD) da Polícia Militar do Estado do Acre. Dentro de nove meses, 198 profissionais estarão altamente preparados para servir e proteger a sociedade acreana.

Nesta quarta-feira, 1º, a Polícia Militar iniciou o Curso de Formação de Soldados (CFSD). Até o primeiro semestre do próximo ano, Acre terá mais 198 novos policiais. Foto: Diego Gurgel/Secom

Coube ao governador Gladson Cameli fazer a abertura da aula inaugural do CFSD, nesta quarta-feira, 1º, no auditório da Unimeta, em Rio Branco. Em seu discurso, o gestor lembrou do esforço de cada um deles pela tão aguardada convocação. O chefe de Estado disse ainda que a melhoria da Segurança Pública do Acre é uma realidade, principalmente na contratação de novos servidores.

“Quantas vezes eu recebi esses jovens em meu gabinete e percebia no olhar deles o sentimento de querer ajudar o nosso estado. O meu desejo era chamar todos de uma só vez, mas temos leis e responsabilidades a cumprir. Graças a Deus, demos mais um importante avanço com o início desse curso e tenho certeza que mais notícias boas serão anunciadas em breve”, enfatizou.

Gestão de Gladson Cameli tem se destacado na área da Segurança Pública. Somente em contratações para as forças policiais, quase mil novos profissionais foram contratados nos últimos dois anos e meio. Foto: Diego Gurgel/Secom

A administração de Cameli tem estabelecido marcos históricos na área da Segurança Pública. Nos últimos dois anos e meio, quase mil novos profissionais foram convocados para reforçar os quadros da forças policias. Somente na PM, já são 444 contratações. A previsão é que esse número ainda aumente até o fim de 2021.

“Neste mês de setembro, o nosso planejamento é fazer um novo chamamento do cadastro de reserva e abrir uma turma com cerca de 90 alunos, segundo a nossa perspectiva. No final do ano, um novo chamamento também está previsto”, esclarece o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo César Gomes.

A realização de novos concursos na área da Segurança Pública foi confirmada pelo próprio governador Cameli no dia 10 de agosto. Muito em breve, serão lançados editais para o preenchimento de vagas na Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Instituto Socioeducativo e Instituto de Administração Penitenciária.

Diversas autoridades prestigiaram a aula inaugural do CFSD. Foto: Diego Gurgel/Secom

O evento também foi prestigiado pelo secretário adjunto de Segurança Pública, Maurício Pinheiro; pelo diretor de Ensino da Polícia Militar, coronel Emílio Virgílio de Oliveira; pelo comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista; pela deputada federal Jéssica Sales e pelo deputado estadual Cadmiel Bomfim.

Início do CFSD era aguardado com muita expectativa

Silvestre Barbosa trocou a carreira militar em Porto Velho (RO) para ingressar nas fileiras da PM do Acre. Foto: Diego Gurgel/Secom

Depois de quatro anos de espera, o aluno-soldado Silvestre Barbosa Ferreira era um dos mais empolgados pelo começo do curso de formação. O profissional largou a carreira militar em Porto Velho (RO) para um recomeço em seu estado de origem.

“Estou muito feliz por estar retornando ao meu estado, depois de servir à Polícia Militar de Rondônia durante dois anos. O meu sonho sempre foi servir a briosa Polícia Militar do Estado do Acre e, hoje, está sendo um dia ímpar na minha vida e também dos meus colegas”, pontuou.

A aluna-soldado Kamyla Barbosa está realizando um sonho. Desde criança, o sonho da jovem de 23 anos de idade era seguir a carreira do pai, que é policial militar. Foto: Diego Gurgel/Secom

Aos 23 anos de idade, Kamyla Barbosa assume uma  das maiores responsabilidades de sua vida. A futura militar afirma estar motivada e focada no cumprimento de suas funções. “A sociedade pode esperar uma policial exemplar, que vai cumprir com o dever de servir e proteger a população acreana”, disse.

O curso

Com carga total de 2.135 horas, o CFSD contempla aulas práticas e teóricas em 52 disciplinas, como Direito Penal, Policiamento Comunitário, Policiamento Ostensivo Geral e Direitos Humanos. Toda a capacitação será realizada nas dependências do Centro Integrado de Ensino e Pesquisa em Segurança Pública (Cieps), na capital. Cada aluno-soldado receberá remuneração mensal de R$ 4.344,22, durante o período do curso. A aula inaugural foi marcada ainda pela ministração da palestra Polícia Militar: profissão ou sacerdócio?.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas