Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Ginecologista preso por suspeita de crimes sexuais ofereceu cirurgia em troca de sexo a paciente, diz polícia

_________________Publicidade_________________

A Polícia Civil registrou 48 denúncias contra o ginecologista Nicodemos Júnior Estanislau Morais, de 41 anos, em Goiás. Entre elas está o caso de uma mulher que, ao consultá-lo sobre uma cirurgia íntima, recebeu a proposta de sexo em troca do procedimento, segundo a delegada responsável pelas investigações, Isabella Joy.

O profissional foi preso na quarta-feira (29) e está detido em cela especial após passar por audiência de custódia em Anápolis, a 55 km de Goiânia. A defesa dele afirma que o cliente não cometeu nenhum dos crimes e que pediu a revogação de prisão preventiva.

De acordo com a polícia, o procedimento que o médico ofereceu à paciente é conhecido como ninfoplastia, uma espécie de cirurgia plástica nas partes íntimas da mulher.

“Ele ofereceu que, se ela não quisesse pagar, poderia fazer em troca de sexo, mas ela não aceitou”, disse a delegada.
O Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) informou, por meio de nota, que “vai apurar o caso e a conduta do médico no exercício profissional”.

Leia mais em G1, clicando AQUI.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas