Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Garoto famoso por foto em que sofria por câncer se recupera totalmente

Beckett Burge comoveu muita gente ao aparecer muito magro, sem cabelos e usando fralda, curvado de frente para um vaso sanitário, enquanto passava mal e era amparado pela irmã. Mãe informou que ele está totalmente curado de leucemia linfoblástica aguda.

_________________Publicidade_________________

Beckett Burge comoveu muita gente quando se tornou famoso por uma foto sua, aos quatro anos de idade, muito magro, sem cabelos e usando fralda, curvado de frente para um vaso sanitário, enquanto passava mal.

Ele enfrentava o mal-estar causado por mais uma sessão de quimioterapia, e o amparo de sua irmã, Aubrey, apenas um ano mais velha, era emocionante.

Dois anos depois, a imagem dos irmãos é bastante diferente. Eles agora aparecem sorridentes e muito felizes. Beckett recebeu alta total, e está completamente curado da leucemia linfoblástica aguda, informou esta semana sua mãe, Kaitlin.

Beckett Burge, já na fase final de seu tratamento, e sua irmã, Aubrey, em imagem de 2020 — Foto: Reprodução/Youtube

Beckett Burge, já na fase final de seu tratamento, e sua irmã, Aubrey, em imagem de 2020 — Foto: Reprodução/Youtube

O garoto, inclusive, já foi liberado para voltar à escola e pode ter as mesmas atividades que qualquer criança de sua idade.

Inseparáveis, ele e Aubrey gostam de brincar no jardim e andar de bicicleta, de acordo com a mãe, que garante que o apoio da irmã foi essencial para a recuperação. Kaitlin diz que o laço entre eles é algo que ninguém poderia substituir.

O tratamento de Beckett foi iniciado logo após o diagnóstico, em 2018, e incluiu meses de internação, além de inúmeras sessões de quimioterapia.

Beckket Burge passando mal durante seu tratamento de câncer, aos quatro anos, em 2019, e sendo amparado por sua irmã Aubrey, então com cinco anos — Foto: Reprodução/Facebook/Kaitlin Burge

Beckket Burge passando mal durante seu tratamento de câncer, aos quatro anos, em 2019, e sendo amparado por sua irmã Aubrey, então com cinco anos — Foto: Reprodução/Facebook/Kaitlin Burge

Ainda quase sem acreditar em sua própria cura, o menino ficou muito feliz, mas ao mesmo tempo “nervoso” por saber que poderá retirar o ponto de entrada da quimioterapia, segundo Kaitlin contou ao jornal “New York Post”. “Ele sabe que aquilo o manteve vivo”, explicou.

Antes de receber alta, ele chegou também a ter Covid, mas de forma leve e assintomática, o que não prejudicou seu tratamento.

Beckett Burge e sua irmã Aubrey, em foto de setembro de 2021 — Foto: Reprodução/Facebook/Kaitlin Burge

Beckett Burge e sua irmã Aubrey, em foto de setembro de 2021 — Foto: Reprodução/Facebook/Kaitlin Burge

Por G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas