7 de agosto de 2022   |   15:06  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Garimpeiro alvo da PF tinha mansão com heliporto e casou ao som de Bruno e Marrone

Foto obtida pela PF mostra lancha batizada de "garimpeiro".

_________________Publicidade_________________

Fotos e documentos em posse da Polícia Federal apontam para vida de luxo de empresário alvo de operação contra garimpo ilegal.

O empresário Márcio Macedo Sobrinho, sócio de empresa investigada pela PF por garimpo ilegal na região Norte do país, esbanjava uma vida de luxo.

Fotos, trocas de mensagens e documentos amealhados pela PF na operação Ganância, deflagrada na quinta-feira (7), mostram movimentações milionárias em suas contas e gastos com helicópteros, lanchas, caminhonete importada e uma festa de casamento embalada ao som de duplas sertanejas famosas.

Relatório da PF expõe a movimentação financeira de Macedo e de seu grupo empresarial e mostra que, entre os anos de 2020 e 2021, a exploração ilegal de ouro rendeu cerca de R$ 1,1 bilhão ao garimpo, e todo o grupo investigado movimentou cerca de 16 bilhões entre 2019 e 2021. Parte do garimpo teria sido lavada em criptomoedas.

A empresa, de acordo com a investigação, “esquentava” o ouro extraído ilegalmente em garimpos da região Norte do Brasil. Para isso, se valia de licenças ambientais inválidas.

O casamento de Macedo, teve duas duplas sertanejas famosas como atração. Bruno e Marrone.

Com Informações Folha de São Paulo

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS