Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Gabby Petito foi estrangulada, segundo legista

Morte aconteceu três a quatro semanas antes da localização do corpo; autoridades tinham anunciado que jovem foi assassinada, mas não tinham dito de que forma ou quando isso aconteceu. Buscas por noivo, Brian Laundrie, continuam; ele é acusado de usar o cartão dela após seu desaparecimento.

_________________Publicidade_________________

A influenciadora americana Gabby Petito foi estrangulada de três a quatro semanas antes de seu corpo ser encontrado, segundo o chefe do departamento legista do condado de Teton, Brent Blue.

As informações foram anunciadas em uma entrevista coletiva nesta terça-feira (12), após análises da autópsia e de exames toxicológicos.

Ele acrescentou que o corpo foi deixado “na natureza” durante esse período, mas — sem poder revelar detalhes por causa da legislação local — não respondeu se estava enterrado ou exposto e se sofreu algum impacto do ambiente ou de ataques de animais. O legista também não disse se havia ferimentos ou lesões que indicassem agressões.

Pouco depois de confirmar que o corpo localizado no Parque Nacional Grand Teton, em Wyoming, no dia 19 de setembro, era de Petito, as autoridades afirmaram que a perícia inicial já indicava que ela havia sido assassinada, mas não informaram de que maneira.

Familiares e amigos participam de funeral da influencer Gabby Petito, encontrada morta em um parque nacional — Foto: Reuters/Jeenah Moon

Familiares e amigos participam de funeral da influencer Gabby Petito, encontrada morta em um parque nacional — Foto: Reuters/Jeenah Moon

Brian Laundrie, noivo de Petito, continua desaparecido e sendo procurado. Ele não foi acusado formalmente pela morte da influencer, mas foi indiciado em 23 de setembro porque teria usado o cartão de débito pessoal da jovem após seu desaparecimento, o que é ilegal.

O funeral da jovem aconteceu no dia 26 em Long Island, Nova York. Família, amigos e fãs homenageiam a influenciadora em uma cerimônia aberta ao público.

A família tinha a intenção de cremar o corpo. Segundo a rede de TV Fox News, o FBI não liberou o corpo a tempo, pois ainda finalizava exames para a investigação do caso, e a cerimônia aconteceu com a urna vazia.

A morte dela causou enorme comoção nos EUA. Ela e o noivo, Brian Laundrie, estavam viajando pelo país em uma van, o que a tornou bastante conhecida nas redes sociais.

Entenda o caso

Petito deixou o emprego em julho para viajar e documentava a viagem principalmente no Instagram. Um vídeo publicado no YouTube, em que ela e Laundrie aparecem sorrindo, se beijando e correndo na praia, já foi visto mais de 2,3 milhões de vezes.

A influenciadora digital estava desaparecida desde o dia 11, e seu corpo foi encontrado no dia 19 no Parque Nacional Grand Teton, no estado de Wyoming. Seus pais procuraram a polícia depois que ela não respondeu a ligações nem mensagens de texto por vários dias.

Familiares e amigos participaram neste domingo (26) do funeral da influencer Gabby Petito, encontrada morta no Parque Nacional Grand Teton, no estado de Wyoming — Foto: REUTERS/Jeenah Moon

Familiares e amigos participaram neste domingo (26) do funeral da influencer Gabby Petito, encontrada morta no Parque Nacional Grand Teton, no estado de Wyoming — Foto: REUTERS/Jeenah Moon

Laundrie, de 23 anos, teria sido visto pela última vez no estado americano da Flórida. Segundo seus pais, ele saiu de casa sem levar sua carteira e seu celular, e eles temiam que ele fizesse algo contra si mesmo.

“Embora o mandado permita que a polícia prenda o senhor Laundrie, o FBI continua investigando os fatos e as circunstâncias do homicídio da senhora Petito”, disse em nota a polícia federal americana.

Com o indiciamento pela fraude no cartão de débito, Laundrie, que não responde pela morte de Petito, poderá ser preso por qualquer agente policial caso seja encontrado.

Por G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas