Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Freteiro que estava sumido é achado enterrado e com as mãos amarradas em área de mata em Rio Branco

_________________Publicidade_________________

Equipes das policiais Civil e Militar, do IML e do Corpo de Bombeiros foram ao local para remoção do corpo, nesta sexta-feira (28), no Loteamento Praia do Amapá. Vítima estava desaparecida desde segunda (24) quando saiu para fazer um frete.

Um corpo foi encontrado nesta sexta-feira (28) enterrado em uma área de mata no Loteamento Praia do Amapá, na região do Segundo Distrito de Rio Branco. Conforme a Polícia Militar, se trata do freteiro Francisco Alves Maia, 56 anos, que estava desaparecido desde segunda (24) após sair de casa para fazer um frete na mesma região.

Equipes das policiais Civil e Militar, do Instituto Médico Legal (IML) e do Corpo de Bombeiros estiveram no local para fazer a remoção do corpo. Pelas características e vestimentas indicadas pela família do senhor Maia, a polícia confirmou que o corpo achado é o dele.

“Está confirmado, as equipes da Decore [Delegacia Especializada de Combate a Roubos e Extorsões], que estão conduzido as investigações, já tinham recebido a informação de que, possivelmente, ele teria sido enterrado aqui na localidade. Então, vieram até aqui mais cedo, solicitaram apoio da Polícia Militar para fazer o isolamento do local. De modo que chegamos aqui e solicitamos ajuda do Corpo de Bombeiros para fazer a remoção do corpo que estava enterrado. Mas, foi identificado sim e, infelizmente, se trata do senhor Francisco. Inclusive, está com as mesmas vestimentas que a família descreveu que ele saiu de casa”, informou o tenente Randson, que atendeu a ocorrência.

Francisco Maia desapareceu na segunda-feira (24) após sair para fazer frete — Foto: Arquivo da família

Francisco Maia desapareceu na segunda-feira (24) após sair para fazer frete — Foto: Arquivo da família

O corpo foi encontrado de bruços e com as mãos amarradas por fios. Ainda segundo a polícia, não se tem certeza ainda de como se deu a execução, e a perícia vai fazer essa constatação no Instituto Médico Legal.

Muito abalada e entre lágrimas, a filha do freteiro, Ana Paula Maia, limitou-se a dizer que a família tinha esperança de que ele fosse encontrado com vida e que espera que a justiça seja feita.

Corpo foi achado nesta sexta-feira (28) no Loteamento Praia do Amapá, em Rio Branco — Foto: Lidson Almeida/Rede Amazônica

Corpo foi achado nesta sexta-feira (28) no Loteamento Praia do Amapá, em Rio Branco — Foto: Lidson

Por: G1 ACRE

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas