Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Focos de queimadas no Acre estão 48% abaixo do registrado no ano passado até 22 de junho

_________________Publicidade_________________

O estado do Acre está caminhando para o fim do mês de junho com um número de focos de queimadas bem inferior ao registrado no mesmo período do ano passado, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Entre 1º de janeiro e 22 de junho de 2020, o Acre registrou 120 focos de queimadas contra 62 detectados neste ano, uma redução de 48%. Cruzeiro do Sul e Feijó, com 10 focos cada um, são os municípios com os maiores registros até agora.

Dos 62 focos registrados até o momento, 30 ocorreram em maio, 7 em abril, 3 em março e 5 em janeiro. Até esta terça-feira, 22, o mês de junho teve 17 focos de queimadas detectados pelo satélite de referência AQUA Tarde.

O risco de fogo tende a aumentar a partir de julho, mas os picos se concentram todos os anos nos meses de agosto e setembro, ápice da estiagem no estado. No ano passado, foram registrados quase 7 mil focos de incêndio apenas nesses dois meses.

No começo de junho, o governo do estado lançou o Plano Operacional de Combate às Queimadas 2021 – Operação Fogo Controlado/CBM, coordenado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Acre, mas envolvendo outras entidades.

De acordo com o governo, o objetivo é se antecipar com ações de prevenção e definição de estratégias de combate a incêndios, além de ações educativas e de conscientização. O Acre fechou o ano de 2020 com 9.193 focos de incêndios registrados.

Via – Ac 24 Horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas