Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Família de MG que costumava pagar R$ 6 mil de passagens para o AC, agora vai gastar R$ 13 mil; subida é de quase 60%, aponta IBGE

_________________Publicidade_________________

Viajar de avião no Brasil, mesmo em rotas internas, ficou quase 60% mais caro durante os últimos 12 meses, informou boletim do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgado nesta terça-feira (19). Um dos principais vilões do aumento, além da inflação, é o querosene de aviação, apontado como um dos principais custos das companhias aéreas.

O valor do combustível aumentou 91,7% no segundo trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano passado. Uma consultora de imagem que mora em Belo Horizonte (MG), Gleidy Marques, que tem famílias em Rio Branco no Acre e que a visita anualmente, a qual apareceu no Jornal Nacional (Rede Globo) da última segunda-feira, sentiu no bolso os novos valores das passagens. Em sua família, são seis pessoas. A viagem que fazem todo fim de ano de Belo Horizonte para Rio Branco, está muito mais cara do que em 2020.

Nas férias de 2020, aquela família gastou um pouco mais de R$ 6 mil. Nas férias de 2021, as mesmas seis pessoas vão gastar mais de R$ 13 mil.

O preço da passagem dos voos domésticos aumentou quase 57% em 12 meses, segundo o IBGE. É a maior alta desde fevereiro de 2012. Os aumentos decorrem de uma combinação de fatores: o número de passageiros, por exemplo, não é o de antigamente, mas vem aumentando, e em setembro deste ano, a média de voos foi equivalente a quase 75% do que era registrado antes da pandemia. Essa procura pressionou os preços, que já vinham subindo por outros motivos.

Além disso, há, ainda, o aumento dos custos operacionais das empresas aéreas, cujos contratos usam o dólar como moeda. Além disso, há também a alta dos preços dos combustíveis, em particular do querosene de aviação, que subiu bastante ao longo desse ano.

O valor do combustível aumentou 91,7% no segundo trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano passado. Com os preços nas alturas, o passageiro está fazendo contas, como aquela família e Belo Horizonte que visita o Acre anualmente.

Via-Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas