19 de maio de 2022   |   00:18  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Falta de matéria-prima deixa Saúde do Acre sem dipirona injetável para as unidades hospitalares

_________________Publicidade_________________

O Departamento de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) confirmou que está em falta nas unidades hospitalares o medicamento dipirona. O desabastecimento seria por conta de um problema com o fornecimento.

Segundo a Saúde, houve um cancelamento do contrato de fornecimento do remédio devido à falta de matéria-prima do ativo dipirona sódica. Esse desabastecimento afetou toda sistema do Sistema Único de Saúde (SUS) no país.

A indústria produtora teria avisado que está fazendo uma distribuição de forma fracionada do remédio para atender todos os clientes. Com isso, não foi dada garantia da regularização do medicamento para o Acre.

Em nota, a o Departamento de Assistência Farmacêutica esclareceu que o problema ocorre em todo o país. “Haverá irregularidade no abastecimento da Dipirona injetável e demais apresentações”, diz.

Falta remédio também em Rio Branco

A rede pública de saúde de Rio Branco também está prejudicada por conta da falta de matéria-prima. A Secretaria de Saúde Municipal (Semsa) confirmou, nessa quinta-feira (7), que não tem seis tipos de medicamentos.

A pasta afirmou também que esses medicamentos foram muito usados durante o pico de casos de Covid e também do surto de gripe em todo i país. Com isso, muitos estados precisaram ao mesmo tempo dos remédios.

Conforme a Semsa, falta os seguintes remédios:

  • Ibuprofeno
  • Nimesulida
  • Amproxol
  • Amoxicilina
  • Espironolactona
  • Gliclazida

Com informações do G1.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS