7 de agosto de 2022   |   23:08  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Exportação de madeira e castanha fazem Acre fechar junho com saldo de 3,84 milhões de dólares na balança comercial

Com o resultado do mês, contando de janeiro a junho, o Acre superou o saldo de 2021 em 8,11 milhões de dólares, totalizando 35,22 milhões de dólares, o que representa novo recorde do seu comércio exterior para o período.

_________________Publicidade_________________

Com a chegada do chamado “verão amazônico” começam a todo vapor as atividades do manejo florestal no estado e em junho isso já pode ser medido nos dados da balança comercial, que mede exportação e importação do estado.

Em maio, o saldo havia ultrapassado os 5,9 milhões de dólares, que foram puxados pela soja. Já em junho, dados do Ministério da Economia mostram que foram 5.129.968 dólares em exportações e 1.305.654 de dólares em importações, gerando assim um saldo de mais de 3,8 milhões de dólares em junho deste ano.

Os números representam, se comparados com o mesmo período do ano passado, um aumento de 12,8% nas exportações e mais de 290% nas importações. Já o saldo final de junho teve uma queda de 9%, uma vez que junho de 2021 fechou com um saldo de 4.216.934 e já este ano baixou para 3,8 milhões de dólares.

Com o resultado do mês, contando de janeiro a junho, o Acre superou o saldo de 2021 em 8,11 milhões de dólares, totalizando 35,22 milhões de dólares, o que representa novo recorde do seu comércio exterior para o período.

A madeira e a castanha representam 49,6% de tudo o que foi exportado durante esses seis meses. Em seguida, aparecem à soja e o milho (38,6%) e produtos de origem animal (bovinos e suínos), com 8,6%.

Com informações g1.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS