Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Exigência do passaporte da vacina contra Covid faz nº de doses aplicadas dobrar em uma semana em Rio Branco

Número de pessoas vacinadas subiu de 6.969 pessoas para 12.707 em Rio Branco na semana em que decreto que determina apresentação do passaporte foi publicado pelo governo.

_________________Publicidade_________________

A exigência do comprovante de imunização contra a Covid-19 na entrada de repartições públicas e eventos com mais de 100 pessoas, decretada há cinco dias, fez a busca pela vacina aumentar em Rio Branco. Dados da Vigilância Epidemiológica Municipal mostram que, antes da publicação do decreto no Diário Oficial do Estado (DOE), 6.969 pessoas tinham se vacinado.

Na semana em que a normativa foi publicada, o número de vacinados subiu para 12.707. A apresentação do passaporte da vacina passou a ser obrigatório a partir do último dia 29 no estado acreano.

Conforme a publicação, o decreto prevê que pessoas acima de 12 anos só participem de atividades como shows, feiras e jogos esportivos se estiverem vacinadas contra a Covid-19. A obrigatoriedade também vale para os funcionários dos eventos e atividades culturais, sociais e esportivas.

A coordenação da Vigilância Epidemiológica Municipal, Socorro Martins, destacou que o show do cantor Gustavo Lima, realizado no estacionamento do Parque de Exposições na quarta-feira (1º) alavancou as buscas.

“Tivemos um aumento bem considerado, de mais de 50%. Para se ter uma ideia, saímos de quase 7 mil doses por semana e chegamos a quase 12 mil na semana do decreto. Na semana que iniciou o decreto, a busca foi bem grande por conta do show, nossas unidades foram bastante procuradas, inclusive por pessoas que estão vindo de algum setor que exige a carteirinha. Então, as pessoas estão procurando e acredito que vai melhorar bastante”, disse Socorro.

A coordenadora falou ainda que o menor número de buscas pela vacina continua sendo entre o público de 12 a 40 anos. “Temos uma cobertura muito baixa nesse público com a segunda dose, lembrando que já passou o tempo desse público fazer a primeira dose. Porém, nessa semana do show a procura maior foi entre esse público”, confirmou.

A aposentada Terezinha de Jesus, de 73 anos, garantiu a dose de reforço em uma das unidades da capital acreana. Ela disse que se infeccionou com o novo coronavírus e acredita que sentiu sintomas leves por causa da imunização.

Ela diz que o passaporte da vacina é muito importante para a segurança da população. “Acho isso muito bom porque quem não tem a carteira é sinal de que não tomou nada. Dá mais segurança, ficamos mais confiante”, frisou.

Mãe de uma criança autista, Ana Clarita contou que se sentiu aliviada por concluir o esquema vacinal com a segunda dose. “É uma segurança, principalmente para o meu filho, então, é uma segurança pra mim e para ele também”, resumiu.

Neste sábado (4), a imunização contra a Covid-19 nas Uraps ocorreu até o meio-dia. Porém, a população pode tomar a 1ª, 2ª e dose de reforço até às 20h no supermercado Mercale, basta levar a carteirinha de vacinação.

Casos de Covid e vacinação no Acre

O Acre registrou apenas dois novos casos de Covid-19 nessa sexta (3), de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre). Assim, o número de infectados saiu de 88.223 para 88.225. Nenhuma morte foi registrada, então, o total de vítimas pela doença permanece em 1.849.

Em todo estado, há seis pacientes internados nos hospitais de referência, dos quais quatro estão com resultado positivo para a doença.

Há, em todo o Acre, 48 exames de RT-PCR à espera de análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Desde o início da pandemia, 86.136 pessoas receberam alta.

O Acre está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência de 9.843,8 casos para cada 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade em cada 100 mil habitantes é de 206 já a de letalidade – quantidade de mortos dentro dos números confirmados da doença – é de 2%.

Dos 20 leitos disponíveis na rede SUS em todo o Acre, dois estão ocupados. Com isso, a taxa de ocupação dos leitos é de 10%. São 10 leitos em Rio Branco e 10 em Cruzeiro do Sul.

De acordo com informações do portal de transparência do governo, o Acre já recebeu 1.015.363 doses de vacinas e foram aplicadas 1.009.159 doses na população até esta sexta (3). Das doses, 563.351 pessoas tomaram a primeira dose, 414.027 a segunda, 12.146 a dose única e 15.897 a de reforço.

Segundo o governo, o número de doses aplicadas que consta no portal refere-se aos dados já inseridos no sistema do Ministério da Saúde, cujas atualizações são realizadas pelos municípios. Por isso, pode haver atraso nas informações.

Por G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas