Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Ex-marido tenta matar mulher com facada no pescoço e fere ex-sogra

_________________Publicidade_________________

Uma dupla tentativa de homicídio foi registrada na noite desta terça-feira, 16, em Rio Branco. Solange Barros da Silva, de 32 anos, foi ferida com um corte profundo de faca no pescoço e sua mãe, Maria da Conceição Ferreira Barros, de 64 anos, foi ferida com uma facada no peito em uma residência localizada no Ramal do Machado 1, no Polo Benfica, região da Vila Acre, Segundo Distrito da capital acreana.

O autor dos crimes é o ex-marido de Solange, identificado como Elizeu da Silva. Segundo informações da Polícia, Solange e sua mãe estavam em casa, quando Elizeu adentrou na residência e começou a falar com as vítimas sobre assuntos aleatórios.

Solange se deslocou a até a varanda da casa, acendeu a luz, e em seguida Elizeu desferiu alguns golpes de faca nela. Um dos golpes causou um corte profundo no pescoço.

Ao ver a filha sendo esfaqueada, a mãe entrou em luta corporal com o ex-genro, agarrando-o e impedindo que ele matasse sua filha, mas também foi ferida.

Após a ação, o criminoso fugiu do local levando o celular de Maria Conceição para que ele não acionasse a Polícia Militar.

Ainda segundo informações de Maria da Conceição repassadas à Polícia, o crime foi motivado pelo fim do relacionamento entre Solange e Elizeu.

O irmão de Solange, ao vê-la sangrando, colocou a vítima em um carro e a levou até a Unida de Pronto Atendimento UPA do 2° Distrito, onde recebeu os primeiros atendimentos.

Segundo o médico plantonista da UPA, Solange recebeu golpes profundos na região da garganta e houve exposição de traqueia. A vítima foi encaminhada pelo SAMU ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde grave.

Familiares acionaram o Samu e os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos à Maria da Conceição e em seguida a conduziram para a UPA do 2° Distrito de Rio Branco em estado de saúde estável.

Policiais Militares estiveram no local, colheram as características do autor dos crimes, fizeram patrulhamento na região, porém não obtiveram êxito em prendê-lo. O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Via – Folha do Acre

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas