2 de julho de 2022   |   11:58  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Ex-funcionários da LIQ ameaçam entrar com processo contra TIM para receber rescisões

A empresa LIQ volta a ser alvo de reclamação por parte de seus funcionários. Além dos atrasos de salários, os servidores que estão deixando a empresa reclamam de não receberem seus direitos trabalhistas.

_________________Publicidade_________________

A empresa LIQ volta a ser alvo de reclamação por parte de seus funcionários. Além dos atrasos de salários, os servidores que estão deixando a empresa reclamam de não receberem seus direitos trabalhistas.

Elizângela Saldanha fazia parte da empresa até o último dia 1º. Ela conta que existem em apenas um grupo 52 ex-servidores que foram demitidos e não receberam nenhum real de rescisão trabalhista. “Depois de trinta dias, a gente recebe uma homologação para entrar com o pedido do seguro desemprego, mas nem um real de rescisão. Eu não recebi, por exemplo, o salário de maio. O mais grave é que muitas pessoas entraram na justiça e mesmo ganhando a causa, ainda não conseguiu receber seus direitos”, diz.

Elizângela conta que outro problema é que a empresa não deposita o FGTS dos funcionários. “Eu saí da empresa com mais de dois anos de trabalho e simplesmente tem 15 centavos na minha conta. Ou seja, não tem rescisão e não se pode sacar o FGTS por que o saldo não foi depositado”, afirma.

A ex-funcionária diz que como não há possibilidade de diálogo com a LIQ, o grupo pensa em acionar a empresa TIM na justiça. “Nós estamos pesquisando e já descobrimos que a TIM tem uma responsabilidade subsidiária, já que a LIQ presta serviço terceirizado. Então nós vamos ter que acionar a operadora TIM para que a gente consiga receber os nossos direitos”, explica Elizângela.

A reportagem tentou contato com a LIQ, mas não obteve sucesso. O espaço segue aberto, caso a empresa tenha interesse em se manifestar.

Com informações do AC24Horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS