Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

EUA preparam encerramento de rede de espionagem de 20 anos no Afeganistão

_________________Publicidade_________________

Especialistas apontam que o fim da rede de inteligência americana dificulta ações contra o terrorismo; militares deixam a região a partir de 11 de setembro.

A retirada planejada das tropas americanas do Afeganistão inclui uma revelação da extensa rede de inteligência e ação secreta que os Estados Unidos construíram no país do Oriente Médio nas últimas duas décadas – desde 11 de setembro – como parte da guerra global contra o terror.

O plano atual, anunciado pelo presidente Joe Biden, inclui a remoção de centenas de forças de operações especiais não reconhecidas publicamente pelo governo dos Estados Unidos, mas que se sabe que estão lá, de acordo com dois oficiais de defesa e um alto funcionário dos EUA com conhecimento direto da situação.

Quase todos (senão todos) os operadores da CIA que trabalham no Afeganistão também irão embora, disseram funcionários atuais e antigos à CNN. Sem o apoio de uma presença militar convencional, a coleta de informações na região torna-se significativamente mais difícil – e mais perigosa.

Nem a remoção das forças de operações especiais nem a provável remoção de operadores de inteligência haviam sido reveladas anteriormente.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas