Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

EUA anunciam envio adicional de 20 milhões de doses de vacinas contra Covid autorizadas para uso interno

Serão vacinas dos fabricantes Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson —todas aprovadas pela autoridade médica dos EUA, a FDA. O país já tinha anunciado a distribuição de 60 milhões de doses da AstraZeneca, que não é usada lá.

_________________Publicidade_________________

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta segunda-feira (17) que irá enviar pelo menos 20 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 para outros países até o final de junho, marcando a primeira vez que os EUA estão compartilhando imunizantes autorizados para uso interno no país.

Biden anunciou que enviará doses dos imunizantes da Pfizer/BioNTech, da Moderna e da Johnson & Johnson, além dos 60 milhões de doses da Oxford/AstraZeneca que ele já havia planejado enviar a outros países. De acordo com a imprensa do país, as doses serão entregues até o fim de junho. Não foi especificado a que países serão mandadas.

Ao contrário dos outros imunizantes citados, a vacina da AstraZeneca ainda não está autorizada para uso nos Estados Unidos.

“Assim como na Segunda Guerra Mundial a América era o arsenal da democracia, na batalha contra a pandemia de Covid-19 nossa nação será o arsenal de vacinas”, disse Biden.

O presidente afirmou que nenhum outro país enviará mais vacinas ao exterior do que os Estados Unidos.

Os EUA administraram mais de 272 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 e distribuíram aos Estados mais de 340 milhões, de acordo com dados federais atualizados na manhã desta segunda-feira.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Com quase 60% dos adultos norte-americanos tendo recebido pelo menos a primeira dose, o país está bem à frente de muitas nações como o Brasil e a Índia, que estão desesperados por mais doses e lutando para controlar surtos de Covid-19.

Biden está sob pressão global para compartilhar as vacinas dos Estados Unidos, mas o líder norte-americano insistiu que precisava primeiro controlar a pandemia “em casa”.

Fartura de vacinas anti-covid nos EUA atrai turistas

Fartura de vacinas anti-covid nos EUA atrai turistas

Serão vacinas das fabricantes Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson —todas aprovadas pela autoridade médica dos EUA, a FDA (Administração de Alimentos e Drogas, na sigla em inglês).

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, confirmou que o envio já está programado, mas não detalhou para quais países. “Essa é a maior quantidade de doses doadas por qualquer país do mundo”, ela afirmou.

Via-G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas