Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Estudantes acreanos dormem no chão de hotel no Rio de Janeiro

_________________Publicidade_________________

Os Jogos Escolares Nacionais voltaram a acontecer este ano no Rio de Janeiro. Ocorre que a competição que envolve estudantes de todas as regiões do país pecou na organização e há relato de diversos problemas, inclusive, com a delegação acreana.

Aldeniza Silva, 35 anos, é mãe de Rodoberto que disputou a modalidade até 14 anos. Ela conta que o perrengue começou já na chegada ao Rio. “Quando a delegação chegou ao Rio, simplesmente não tinha hotel para eles ficarem. Foram mais de duas horas aguardando um local provisório. Depois, tiveram que carregar as bagagens para a Vila Olímpica até que a coordenação conseguiu um hotel definitivo para a delegação”, conta.

Outra reclamação da delegação acreano foi em relação a alimentação. O desgaste para fazer uma refeição foi enorme. Todas as delegações do país se alimentavam na Vila Olímpica. Por falta de organização, foi normal os estudantes atletas passarem mais de uma hora na fila para conseguirem se alimentar.

Na volta, mais perrengue. Como a diária do hotel havia se encerrado e o voo de volta estava marcado para às 2 horas da madrugada, os adolescentes passaram a noite inteira na recepção do hotel à espera do ônibus que iria levá-los para o aeroporto. Imagens mostram os jovens dormindo pelo chão e até no banheiro do hotel. “Isso é um absurdo e olha que voo só veio sair às 7 horas da manhã de hoje”, diz Aldeniza.

Por conta das reclamações da delegação do Acre e de outros estados, a Confederação Brasileira do Desporto Escolar publicou uma nota onde afirma que assim que tomou conhecimento dos problemas de logística entrou em ação para solucionar as questões e garantiu que está prestando assistência a todos os 6 mil participantes do evento.

Via-Ac 24 horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas